Fonte: OpenWeather

    Investimento na educação


    Igreja promove 'aulões' solidários com principais temas do Enem 2018

    Os "aulões" vão ocorrer todos os sábados das 08h às 17h

    As inscrições podem ser feitas no número (92) 8404-5474 e as vagas são limitadas | Foto: Divulgação

    Manaus - Para ajudar os candidatos a se prepararem para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), "aulões" são oferecidos gratuitamente a partir deste sábado (05) na Chama Church, igreja localizada na avenida Bispo Pedro Massa, núcleo 5, Cidade Nova 2, zona Norte da Capital. Os "aulões" vão ocorrer todos os sábados das 08h às 17h.

    Serão abordados os principais assuntos que vão ser cobrados no Enem, nas áreas de Física, Biologia, Química, Matemática, Língua Portuguesa, História, Geografia e Redação. O "Aulão" é promovido pela a Chama Church e faz parte do projeto Mercy House (em português significa Casa de Misericórdia).

    A professora Lídia Helena Mendes, uma das voluntárias do projeto, destaca que o objetivo é oportunizar espaço de estudo a fim de contribuir com pessoas que desejam ingressar numa faculdade e realizar o sonho de um nível superior.

    “O campo das universidades é pequeno para a demanda e o preparo é muito importante diante de uma concorrência acirrada”.

    As inscrições podem ser feitas no número (92) 8404-5474 e as vagas são limitadas. Até 60 pessoas podem participar do "aulão".

    Serviços odontológicos gratuitos

    O projeto Mercy House, da igreja Chama Church, oferece de segunda a sexta serviços de profissionais voluntários que atendem a comunidade. São advogados, médicos, psicólogos, nutricionistas e educadores financeiros. Os atendimentos iniciaram no dia 16 de abril.

    A novidade desta semana é um odontólogo que fará atendimento a população com serviços básicos de extração, obturação e limpeza.  Os atendimentos acontecem sempre as quintas, no turno da manhã.

    Leia Mais

    O sono dos justos de Omar Aziz e o terceiro ciclo de Amazonino

    Ex-secretário Evandro Melo sai de prisão em Manaus com tornozeleira

    Flávio Pascarelli afirma: 'não faltam juízes no Amazonas'

    Comentários