Fonte: OpenWeather

    Detran


    Saiba como fazer o licenciamento veicular no AM pela internet

    O Detran-AM apresenta um passo a passo de como realizar o procedimento e a impressão do documento eletrônico.

    O primeiro passo é acessar o site www.digital.detran.am.gov.br e escolher a opção “Veículos”. Em seguida, deve clicar no item “Licenciamento Anual”.
    O primeiro passo é acessar o site www.digital.detran.am.gov.br e escolher a opção “Veículos”. Em seguida, deve clicar no item “Licenciamento Anual”. | Foto: Divulgação/Detran-AM

    Manaus - Devido às dificuldades que alguns usuários ainda têm para acessar os serviços do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) , o órgão apresenta um passo a passo de como realizar esses dois procedimentos simples de forma digital: o licenciamento veicular anual e  a impressão do documento do veículo.

    O primeiro passo é acessar o site www.digital.detran.am.gov.br e escolher a opção “Veículos”. Em seguida, deve clicar no item “Licenciamento Anual”. Na próxima tela, basta informar o número do Renavam ou do chassi do veículo, marcar a caixa “Não sou robô” e, em seguida, selecionar “Pesquisar”. 

    Feito isso, abre-se uma tela com várias opções. Basta escolher licenciamento anual, depois clicar no botão “Gerar protocolo” e, por fim, “Imprimir taxas e IPVA”. 

    Depois de efetuado o pagamento, o usuário espera dois dias úteis para imprimir o documento direto. Para isso, basta ele retornar ao mesmo site usado para o licenciamento www.digital.detran.am.gov.br

    Porém, para fazer a impressão, é necessário que o proprietário legal do veículo faça um cadastro no site, caso não tenha. Esse passo a passo está disponível em uma cartilha no site do Detran-AM www.detran.am.gov.br

    Já cadastrado, o usuário faz o login no portal de serviços e vai na opção “Veículos associados”. Depois basta acessar Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) Eletrônico e imprimir o documento em qualquer impressora. 

    Como está o atendimento? 

    Desde março, o Detran-AM tem mantido um grupo de servidores em home office para atender às demandas por telefone e por e-mail. São mais de 20 contatos à disposição que podem ser obtidos direto no site do órgão www.detran.am.gov.br

    Em abril, o órgão atendeu 1.488 pessoas por telefone e respondeu quase 400 e-mails. Além desse dois canais de comunicação, o Detran-AM também criou um atendente virtual via Whatsapp (ChatBot), com respostas para as principais dúvidas dos usuários. Ele ainda redireciona a pessoa para um dos 20 contatos telefônicos e por e-mail disponibilizados pelo órgão. O ChatBot funciona somente por mensagem através do telefone (92) 99471-4085. Em abril, esse serviço ajudou mais de 10 mil pessoas. 

    Graças a esses serviços, em março e abril o Detran-AM conseguiu fazer mais de 59 mil atendimentos, entre  emissões de taxas, emplacamentos, call center, licenciamento, entre outros.

     Prazos interrompidos – O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) interrompeu os prazos de alguns serviços vencidos a partir de 19 de fevereiro de 2020. Com isso, os usuários estão isentos de pagar multa caso sejam parados pela fiscalização. 

    Os serviços com prazos interrompidos são: defesa de autuação, recurso de multa, defesa processual, recurso de suspensão do direito de dirigir e de cassação da CNH, transferência de propriedade, renovação da CNH e permissão para dirigir. 

    O licenciamento de veículos novos ou seminovos continua sendo realizado normalmente, porém somente por meio de despachantes. Para eles foi criada uma dinâmica de envio dos documentos e de recebimento de placas, respeitando as normas sanitárias para evitar o contágio pelo novo coronavírus. Tanto que, em abril, foram realizados 2 mil novos emplacamentos e transferências de propriedade de veículos seminovos. 

    Para quem estava em processo para tirar a primeira habilitação, o Contran ampliou para 18 meses o prazo de conclusão dos exames teóricos e práticos. Isso vai permitir que a pessoa retire a CNH sem nenhum prejuízo, tão logo as atividades voltem ao normal.


    Com informações da assessoria

    Comentários