Fonte: OpenWeather

    Série Municípios


    História de Santo Antônio do Içá: cidade presépio completa 62 anos

    Com fortes características culturais, trazidas das tradições da floresta e da relação com o rio, o município busca crescimento por meio de suas vocações naturais



    | Autor:

    "Um dia um povo forte e viril

    Com seu esforço para o Brasil

    Nas ribanceiras do Solimões

    Uma cidade que hoje cresce

    Com estilo rústico e hospitaleiro

    Que vem de um povo bem brasileiro

    Tu és chamada cidade presépio

    Do Amazonas és uma unidade

    Hoje eu venho render meu afeto

    A ti prostrando minha querida cidade

    Lutando sempre por tua glória

    Eu hei de estar junto contigo

    Em todas as horas Santo Antonio do Içá

    Cidade que a todos acolhe

    Com o mesmo encanto gentil

    Cidade que embora distante

    És um pedacinho do meu Brasil"

    Letra por Humberto Ribeiro da Costa

    Melodia por Humberto Ribeiro da Costa

    Principal Igreja de Santo Antonio do Içá, foi fundada em 1920.
    Principal Igreja de Santo Antonio do Içá, foi fundada em 1920. | Foto: Divulgação/Valdo Peres

    A pequena cidade de Santo Antônio do Içá, conhecida como 'cidade presépio', no Alto Solimões, Amazonas, revela características que impressionam quem visita o município, banhada pelas águas barrentas do Solimões e seus afluentes. Localizada a 1.310 Km de Manaus, com fortes características culturais, trazidas das tradições da floresta e da relação com o rio, o município tenta se desenvolver, com suas vocações naturais, e uma economia baseada na pesca e agricultura. 

    Na resistência do seu povo, encontra-se a força dessa comunidade simples e hospitaleira e que, nesta terça-feira (13), comemora
     62 anos de emancipação política.

    Santo Antônio do Içá está situado na microrregião do Alto Solimões, na mesorregião do sudoeste Amazonense. Ocupa o trigésimo terceiro lugar no ranking dos municípios mais populosos do Amazonas com pouco mais de 24 mil habitantes (IBGE 2010). Sua área territorial compreende cerca 12.366,143 km². 

    Frente da cidade de Santo Antônio do Içá
    Frente da cidade de Santo Antônio do Içá | Foto: Divulgação/Valdo Peres

    Para se chegar até o município é preciso viajar aproximadamente três dias de barco e percorrer cerca de 1.310 quilômetros pelo rio Solimões. O primeiro ponto de partida é no Porto privado de Manaus.

    De acordo com a agência de viagem, responsável pela venda de bilhetes dos barcos no Porto, apenas três embarcações fazem o trajeto até as cidades mais próximas de Santo Antônio do Içá, sendo Tabatinga, Fonte Boa, Jutai e Tonantins, Amaturá . A saída dos barcos do porto de Manaus acontecem as terças, quartas e sextas-feiras, pelo valor de R$ 290,00.

    Pista de pouso em Santo Antônio do Iça
    Pista de pouso em Santo Antônio do Iça | Foto: Divulgação

    Uma outra forma de chegar até Santo Antônio do Içá seria sair de manaus e viajar até os municípios de Tabatinga e São Paulo de Olivença por linha aérea . Essas duas cidades dispõem de aeroportos, e o mais importante é que estão próximas do Município. 

    Santo Antônio do Içá, também dispõem de uma pista de pouso, no entanto nunca foi homologada. De acordo com a assessoria da prefeitura, o município possui uma outra  pista, no distrito de Ipiranga. As duas são utilizadas por aviões de pequeno porte e por aviões de grande porte do Exército Brasileiro. 

    Veja como é a cidade, assista ao vídeo abaixo:

    Conheça a cidade de Santo Antônio do Içá | Autor: Edição/Roger Lima

    Leia também: História de Autazes: economia do leite destaca cidade do Amazonas

    Origem do nome

    O nome do município é uma junção do nome de seu padroeira "Santo Antonio de Lisboa" e do Rio Içá, afluente do Rio Solimões, que deságua às margens do município. Sabe-se também que o termo "Içá", é de origem indígena, sendo a denominação de formigas que existiam próximas ao povoado. A formiga também é um dos animais que compõem o brasão do município.

    História

    Paróquia de  Santo Antonio de Lisboa
    Paróquia de Santo Antonio de Lisboa | Foto: Reprodução/Portal Içaense

    'Com estilo rústico e hospitaleiro'  a história da cidade remonta a Igreja em louvor ao Divino Espírito Santo, fundada no lugar denominado Boa Vista e Tonantins, em 1813 à margem do Rio Solimões. 

    De 1911 até 1933, Tonantins e Boa Vista fizeram parte de São Paulo de Olivença, quando este foi instaurado como município autônomo, desmembrado de Tefé.

    Em 19 de dezembro de 1955, pela Lei Estadual n°96, os distritos de Tonantins e Santo Antonio do Içá são desmembrados de São Paulo de Olivença, passando a constituir o Município autônomo de Santo Antonio do Içá.

    Em 13 de março de 1956, foi instalado o Município de Santo Antonio do Içá com seu Prefeito Municipal nomeado pelo Governador do Estado.

    Em 4 de julho de 1968, pela Lei Federal n°5.449, há seu enquadramento como área de Segurança Nacional. Em 10 de dezembro de 1981, pela Emenda Constitucional n°12, o Município de Santo Antonio do Içá, até então constituído do Distrito de Tonantins, perde este último, que passa à condição de Município autônomo.

    Inauguração do porto de Santo Antônio do Içá 

    Principal orla da cidade passou por revitalizações e será inaugurada na data do aniversário do município
    Principal orla da cidade passou por revitalizações e será inaugurada na data do aniversário do município | Foto: Divulgação

    Os 62 anos do município de Santo Antônio do Içá será marcado com a inauguração e reforma do principal porto e orla da cidade.

    De acordo com o Secretário de Administração do município, Manoel Matias, a obra revitalização vai beneficiar milhares de pessoas que circulam diariamente pelo local, além de proporcionar mais comodidade no embarque e desembarque de passageiros, bem como também vai melhorar na venda de produtos regionais.

    "É uma obra muito importante e esperada pelo povo. Atendendo ao apelo da população, o prefeito Abraão Magalhães, com recursos próprios do município, tratou de agilizar a construção e reforma", relatou o secretário, que disse ainda que o investimento girou em torno de R$ 2 milhões.  

    Para celebrar o aniversário, a Prefeitura municipal estará organizado a entrega de prêmios aos times campões da Copa Içá de Futsal, na categoria Master, Principal, Sub-17 e Feminino. 

    Ainda durante a programação, pela parte da tarde será realizado uma canoagem no rio Içá. Já pela pela parte da noite a população poderá esperar a promoção de uma grande festa com participação de várias bandas locais, fala de autoridades um show principal com o cantor Wanderley Andrade. 

    Orgulho de ser Içaense

    "Não troco meu município por nenhuma outra cidade" disse o Farmacêutico José Coitinho
    "Não troco meu município por nenhuma outra cidade" disse o Farmacêutico José Coitinho | Foto: José Coitinho Neto

    "Não troco meu município por nenhuma outra cidade". Com essas palavras que o farmacêutico José Coitinho Neto, 30 anos, relatou o sentimento de ser Içaense.

    Coitinho conta que há 13 anos teve que sair de Santo Antônio do Içá, para estudar em Manaus em busca de novos conhecimentos. "Estudei até a 6ª série e saí daqui com o objetivo de fazer faculdade de Educação Física, mas quando cheguei, comecei a trabalhar em uma drogaria. Foi no tempo que terminei meus estudos  e gostei da profissão de farmacêutico " falou Coitinho

    Atualmente Coitinho é o único profissional a exercer a profissão de farmacêutico na cidade e atende a população em uma drogaria particular.  "As pessoas perguntam por que não quis ficar morando em manaus. Mas, aqui todo mundo se conhece, você encontra as pessoas na rua e para para conversar, lá não é assim". 

    | Foto: Divulgação/ Jonei Auanário

    Um outro relato orgulhoso foi o de Jonei Auanário de Souza, de 31 anos. Ele é  morador do bairro Manoel Franco, e é carinhosamente conhecido pelos amigos pelo nome de 'Banana'.  

    Banana, como gosta de ser chamado, é gerente de uma próspera padaria. Ele conta que nasceu na cidade de Coari, mas foi para Santo Antônio ainda criança. Para ele, as pessoas da cidade são simples e acolhedoras. "Sou muito grato a Deus, por viver na minha cidade. Aqui as pessoas se conhecem mais por apelidos do que pelo próprio nome. Não vejo tanta criminalidade como em outros lugares. Apesar da ausência de muitos serviços básicos para população, além da falta de empregos e mais incentivos aos agricultores,  isso não tira o orgulho de me sentir um Içaense", disse Jonei.

    Saudade

    Lenhe Malafaia nasceu em Santo Antônio do Içá e veio para Manaus aos 13 anos de idade
    Lenhe Malafaia nasceu em Santo Antônio do Içá e veio para Manaus aos 13 anos de idade | Foto: Reprodução/Facebook

    A dona de casa Lenhe Malafaia Cruz mora em Manaus, desde os 13 anos de idade. Ela conta que saiu de Santo Antônio do Içá e mudou-se para Manaus, em busca de melhores condições de vida, já que a cidade pequena, não oferece empregos à população "Quando eu tinha 13 anos, meus pais não tinham muitas condições para nos criar. Eramos quatro irmãs, eu queria ter minhas coisas. Resolvi vir para Manaus e buscar melhores condições de vida, pois a cidade é pequena e não oferece empregos à população", revela.

    A dona de casa lembra que Santo Antônio do Içá, sempre foi uma cidade pacata e com belas paisagens. "Lembro também, que quando morei lá, gostava muito de ir com minhas amigas e irmãs para os balneários. Hoje não sei se existem. As coisas mudaram muito por lá. Vejo notícias da cidade pela internet, mas gostaria muito de retornar e rever as pessoas que eu conhecia", disse. 

    Para a professora Lúcia Comapa, que também veio morar em Manaus em busca de um tratamento de saúde, os principais problemas da cidade estão na infraestrutura. "A cidade precisa muito de apoio do governo. A infraestrutura da cidade é muito precária. A atual gestão está buscando melhorias na área de educação e de saúde, mas é difícil para o prefeito agir sozinho. Vejo que o governo estadual e os deputados precisam olhar mais para a cidade. Como está em uma região localizada próximo à fronteira, enfrenta os problemas com o tráfico de drogas. Isso gera outros problemas em relação à segurança", opina. 

    Economia

    | Foto: Divulgação/Valdo Peres

    De acordo com Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE), em 2015 o município registrava um Produto Interno Bruto (PIB) de aproximadamente R$ 6.312,81 por pessoa. A economia é basicamente alicerçada, como em outros municípios do amazonas, em quatro pilares: setor público, comércio, agricultura e pesca.

    | Foto: Divulgação/Valdo Peres

    No município de Santo Antônio do Içá, a Prefeitura Municipal e a agricultura  aquecem a circulação de dinheiro na cidade, em relação à geração de emprego e renda, o que não é ainda suficiente para contar com uma economia forte. São mais de 1,2 mil funcionários públicos e mais de 2 mil agricultores. A pesca também ocupa um lugar de destaque na vida da população. No período da piracema, pescadores e moradores locais se aproveitam da fartura do rio içá e mais de 20 lagos que circundam o município.

    Atualmente, existem na cidade  cerca de 42 empresas que atuam no desenvolvimento do município, gerando mais de 1.200 empregos formais, segundo dados do IBGE.

    Festejos tradicionais

    Abril 

    Cerimonias tipicas, apresentações culturais e campeonatos, marcam a comemoração do dia do índio em Santo Antônio do Içá
    Cerimonias tipicas, apresentações culturais e campeonatos, marcam a comemoração do dia do índio em Santo Antônio do Içá | Foto: Divulgação

    No dia 19 abril, comunidade e prefeitura, se reúnem para comemorar o dia do índio. O evento é realizado na comunidade Indígena de Betânia, com povo da Etna Ticuna, sendo considerado uma das mais importantes festa comemorativa indígena da cidade.

    Em Junho

    | Foto: Divulgação/Valdo Peres

    Um dos mais importantes festejos católicos do Município de Santo Antônio do Içá ocorre dos dias 1 ao dia 13 de junho, com a realização dos arraias que celebram as festividades do padroeiro da cidade, o Santo Antônio de Lisboa.

    De acordo com o vereador Guilherme Lasmar, anualmente a cidade recebe cerca  de 800 pessoas vinda de todas as partes para comemorar a festa cristã. "A festa do padroeiro é uma das marcas da nossa cidade. Durante os 13 dias ocorre apresentações de danças, bingos, leilões, venda de comidas tipicas e apresentações de outros municípios como o de Tonantins, Amaturá e São Paulo de Olivença".

    Ele disse ainda que o povo também se reúne para uma  caminhada  pelas ruas da cidade. Ao longo da programação também são realizadas celebrações na igreja matriz de Santo Antônio de Lisboa e logo após o arraial social.

    Setembro

    Os jogos são realizados nos dias 4 a 7 de Setembro
    Os jogos são realizados nos dias 4 a 7 de Setembro | Foto: Valdo Peres

    Santo Antônio do Iça é um dos mais importantes polos esportivos do Alto Solimões. Fato é que no mês de setembro é realizado o tradicional Jogos Intermunicipais Içá (JIMI), que reúne várias delegações da mesorregião, entre eles Tonantins, Amaturá, São Paulo de Olivença, Benjamin Constant, Atalaia do Norte, Jutaí e Tabatinga.

    Em 2017, foi realizados a quinta edição JIMI, onde ocorreu as modalidades de handebol, voleibol e futsal tanto para mulheres como para homens.

    Parabéns Santo Antônio do Içá pelos seus 62 anos de  histórias e muitas conquistas


    Município de Santo Antônio do Iça - Infográfico Município de Santo Antônio do Iça - Infográfico Município de Santo Antônio do Iça - Infográfico Município de Santo Antônio do Iça - Infográfico Município de Santo Antônio do Iça - Infográfico Município de Santo Antônio do Iça - Infográfico Município de Santo Antônio do Iça - Infográfico Município de Santo Antônio do Iça - Infográfico


    Leia mais: 

    'Princesinha do Javari': Atalaia do Norte completa 63 anos de historia

    Às margens do rio Juruá, Ipixuna completa 62 anos de existência

    Itamarati: a 'Princesinha do Juruá' completa 35 anos

    CIDADANIA

    Comentários