Fonte: OpenWeather

    idoso


    Aposentado foragido da Justiça de Roraima é preso em Manaus

    Denunciado por estupro de vulnerável, David Augusto Bezerra Filho deve cumprir a pena em presídio roraimense

    Ação foi realizada em conjunto entre as policias dos dois Estados | Foto: Divulgação

    A Polícia Civil do Amazonas, em conjunto com a Divisão de Inteligência e Captura de Roraima (Dicap), efetuou a prisão, nesta terça-feira (5), do aposentado David Augusto Bezerra Filho, de 68 anos, denunciado por estupro de vulnerável em que a vítima, uma adolescente de 12 anos, é neta da companheira dele.

    De acordo com a autoridade policial, a prisão ocorreu em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido no dia 23 de novembro deste ano, pela juíza Graciete Sotto Mayor Ribeiro, da Vara de Crimes contra Vulneráveis da Comarca de Boa Vista, no Estado de Roraima. Segundo Samir Freire, a vítima alegou ter sido abusada dos nove aos 12 anos por David.

    Leia mais: Comércio e indústria oferecem mais de 3,5 mil vagas temporárias no Amazonas

    “As investigações em torno do caso foram iniciadas após a enteada do aposentado, uma mulher 41 anos, mãe da adolescente, formalizar Boletim de Ocorrência (BO) na delegacia. Na ocasião, ela afirmou ter descoberto que David havia abusado sexualmente da filha dela e confirmou também ter sido, junto com as irmãs, vítima do infrator, quando morava com ele”, explicou a delegada Eliane Gonçalves, titular da Polícia Civil do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (NPCA) da Comarca de Boa Vista (RR).

    Conforme a delegada da Polícia Civil de Roraima, quando David soube que a neta da companheira dele havia relatado os abusos que sofria, fugiu para Manaus. “Diante disso, entrei em contato com o delegado Samir Freire, da DECP, para nos ajudar a localizar e prender o infrator”, complementou Gonçalves.

    David foi indiciado por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis na DECP, ele ficará provisoriamente no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), antes de ser transferido para um presídio no Estado de Roraima, onde deverá cumprir pena.

    Leia também:

    Número de famílias endividadas tem quinta alta consecutiva no País

    Dupla faz reféns em assalto na agência dos Correios e foge com arma do segurança

    Hospitais do AM buscam excelência no atendimento a pacientes

    Comentários