Fonte: OpenWeather

    Operação


    Coari é o 7º município a receber ações da operação 'Alegoria Proibida'

    A operação “Alegoria Proibida” já foi deflagrada em Manaus, Iranduba, Manacapuru, Itacoatiara, Careiro Castanho e Parintins

    A operação tem o objetivo de combater o tráfico de drogas no município
    A operação tem o objetivo de combater o tráfico de drogas no município | Foto: Divulgação/SSP-AM

    Coari - Polícia Civil do Amazonas deflagrou, na manhã desta sexta-feira (9), no município de Coari (a 363 km de Manaus ), mais uma fase da operação “Alegoria Proibida”. Os trabalhos têm como objetivo cumprir nove mandados de prisão preventiva e nove mandados de busca e apreensão, visando o combate ao tráfico de drogas e, principalmente, o tráfico de drogas doméstico.

    A operação está sendo coordenada pelo delegado-geral adjunto da instituição, Antonio Chicre Neto, e participam de ação policiais civis lotados na Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari, Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), gabinetes do delegado-geral e delegado-geral adjunto, além de integrantes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera).

    Leia também: Taxista é baleado ao pular de carro para fugir de ladrões em Manaus

    Os trabalhos contam com o reforço de policiais militares que atuam em Coari, no Comando de Operações Especiais (COE) e no Canil da Polícia Militar do Estado. Além de Coari, a operação “Alegoria Proibida” já foi deflagrada nos municípios de Iranduba, Manacapuru, Itacoatiara, Careiro Castanho e Parintins.

    Outras fases da operação 

    No dia 5 de janeiro, mais de 24 pessoas foram presas em cumprimento de mandados de prisão criminal e cível, como parte da operação "Alegoria Proibida", da Secretária de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

    De acordo com o diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), delegado Geraldo Eloi, a ação ocorreu em conjunto com os Distritos Integrados de Polícia (Dips) de todas as regiões da cidade. Foram expedidos mais de 50 mandados de prisão e, até o momento, pelo menos 24 pessoas já foram presas. Ainda segundo Eloi, a operação se estenderá até o período do carnaval.

    Edição: Isac Sharlon

    Leia mais:

    Taxista é morto com tiro na nuca durante corrida na Zona Sul

    Em Tempo cria lista de transmissão de notícias pelo WhatsApp

    Em Tempo disponibiliza WhatsApp para envio de sugestões e denúncias

    Comentários