Fonte: OpenWeather

    Rompimento


    Adutora rompe e prejudica trânsito e fornecimento de água na Zona Sul

    Funcionários da Manaus Ambiental já estavam no local realizando os trabalhos

    O trânsito ficou complicado no cruzamento da rua Marciano Armond com a avenida Castelo Branco
    O trânsito ficou complicado no cruzamento da rua Marciano Armond com a avenida Castelo Branco | Foto: Joandres Xavier

    Manaus - O trânsito ficou congestionado e o abastecimento de água foi prejudicado após uma adutora romper na rua Professor Marciano Armond na fronteira entre os bairros São Francisco, Praça 14 e Cachoeirinha, ambos na Zona Sul de Manaus. O fato ocorreu no fim da tarde desta quinta-feira (9), em frente à Escola Estadual Márcio Nery.

     Com o rompimento, apenas um lado da pista ficou disponível para o fluxo de veículos. Com isso, o trânsito ficou complicado no sentido Centro/bairro

    Leia também: Lei para quem jogar lixo na rua aguarda regulamentação em Manaus

    Depois que a água dispersou, restou apenas muita lama na pista
    Depois que a água dispersou, restou apenas muita lama na pista | Foto: Joandres Xavier

    Os agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus (Manaustrans) foram acionados para orientar os condutores. Uma equipe da Manaus Ambiental já estava no local.

    O abastecimento de água no bairro Petrópolis foi interrompido para a equipe realizar os trabalhos. No local, funcionários da Manaus Ambiental informaram que a previsão para a conclusão dos trabalhos seria de, aproximadamente, quatro horas. 

    De acordo com os moradores da área, esta é a terceira vez a adutora rompe. O registro ocorreu em janeiro deste ano, por volta das 15h, do dia 27. Na época, o transtorno foi ainda maior, causando alagação da via e a interdição de uma faixa. 

    Em nota, a Manaus Ambiental informou que está trabalhando no local. "A concessionária pede desculpas pelo incômodo e ressalta que busca restabelecer o fornecimento de água na localidade no menor tempo possível", diz o comunicado.

     A empresa informa, ainda, que trabalha para a melhoria no sistema e está à disposição dos clientes pelos canais de atendimento 24 horas.


    Toda a água desceu pela rua Ataíde Verone, em frente à Escola  Márcio Nery
    Toda a água desceu pela rua Ataíde Verone, em frente à Escola Márcio Nery | Foto: Joandres Xavier
    Leia mais: 

    CIDADANIA

    Comentários