Fonte: OpenWeather

    Trapaça


    Motoristas de aplicativos em Manaus recusam pagamento em cartão

    As reclamações são feitas, principalmente, pelas redes sociais. Usuários estão insatisfeitos com essa prática dos motoristas

    Usuários reclamam de trapaças feitas por motoristas para não aceitar pagamento em cartão | Foto: Arquivo Em Tempo

    Manaus – Você está apressado para chegar ao trabalho ou a uma reunião e solicita um carro utilizando aplicativo, mas minutos depois de aceitar a corrida, o motorista cancela a viagem, e justifica que não quer receber pagamento em cartão.

    A situação descrita tornou-se comum entre usuários de aplicativos de transporte como Uber e 99Pop. As reclamações são feitas, principalmente, pelas redes sociais.

    O caso mais recente aconteceu com a professora Mirella Machado, de 26, anos. Na tarde deste domingo (19), Mirella solicitou uma corrida pelo aplicativo 99pop e, minutos depois, foi contatada pelo motorista. Ele afirmou que cancelaria a corrida, pois não aceita pagamento em cartão. 

    Leia também: Passageiros da Uber denunciam trapaças de motoristas em Manaus

    Em prints divulgados em um grupo de WhatsApp é possível ver a interação entre a usuária e motorista. Ele pede para que ela cancele a corrida e a mulher, por sua vez, reclama que a solicitação foi feita dez minutos após ele ter aceitado a corrida. “Era para você ter avisado na hora que aceitou, não após passar 10 minutos”, disse a mulher ao motorista. 

    Ele, por sua vez, rebateu, dizendo que iria iniciar a corrida e em seguida iria para outro destino. O motorista, ainda, desafia a usuária ao questionar, por mensagem, quem sairia mais prejudicado. “Vamos ver quem vai perder. Já peguei três [clientes] seguidos”, disse o motorista. 

    Em nota, a 99 informou que possui uma série de regras para garantir a prestação de um serviço de qualidade ao usuário. "Em caso de cancelamentos sucessivos, o motorista está sujeito a sanções que incluem desde suspensão temporária a exclusão definitiva da plataforma", informou.

    A empresa também disse que analisa individualmente caso a caso para garantir a melhor experiência aos seus usuários. Conforme a nota,  usuários que tiverem problemas podem entrar em contato pelos canais de denúncia disponibilizados pela plataforma.

    "No próprio aplicativo, é possível acessar a 'Central de Ajuda'. O usuário pode usar o telefone 0300 3132 421 em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões", informou.

    Os usuários também podem ligar para a central de segurança da 99 no 0800-888-8999. Trata-se de de um canal de atendimento emergencial, exclusivo da empresa para ocorrências de segurança. Neste número, passageiros e motoristas contam com uma equipe treinada e especializada para auxiliar os usuários em caso de incidente.

    Uber

    Não é apenas em um aplicativo que esse tipo de conduta é registrado. Pelo site reclameaqui, foi possível encontrar uma denúncia anônima, feita por um usuário de Belo Horizonte. Segundo o relato, o cliente solicitou uma corrida e, por três vezes, os motoristas cancelavam o serviço sem dar motivos.

    Caso semelhante aconteceu com um turista mineiro que visitou Manaus
    Caso semelhante aconteceu com um turista mineiro que visitou Manaus | Foto: Divulgação

    “Um deles ainda entrou em contato comigo perguntando se meu dinheiro estava trocado. Respondi que o pagamento seria feito no cartão e percebi que o carro passou a se afastar de mim. Depois de um tempo, o motorista cancelou a corrida”, contou o denunciante em relato no site.

    Ainda de acordo com o cliente do aplicativo, em um dos cancelamentos, a Uber cobrou uma taxa. Apenas na quarta vez um motorista completou a solicitação. “Este último motorista falou que a maioria dos motoristas da Uber em Manaus está recusando corridas com pagamento em cartão, preferem corridas apenas com pagamento em dinheiro”, acusou o cliente. 

    Devido a insatisfação com o serviço oferecido na capital amazonense, o mineiro afirmou que preferiu alugar um carro. “Para me deslocar pela cidade de Manaus, no dia que ainda me restava, resolvi alugar um carro. Afinal, a experiência de utilizar Uber em Manaus não foi nada agradável”, pontuou. 

    A reportagem entrou em contato com a empresa para saber informações sobre como denunciar esse tipo de situação porém, até a publicação desta matéria, não houve resposta.

    Leia mais: 

    Motorista da Uber é sequestrado e fica 5 horas preso em porta-malas

    Uber aprimora modelo de pagamentos para motoristas no Brasil

    A insegurança de quem trabalha ou utiliza Uber no dia a dia em Manaus

    Comentários