Fonte: OpenWeather

    comunidade


    Bueiros causam transtornos a moradores da comunidade Kokama, em Manaus

    A falta de saneamento básico, energia elétrica irregular e pavimentação na via deixam os moradores em situação precária

    Comunidade Avenida das Flores Área Indígena Kokama
    Comunidade Avenida das Flores Área Indígena Kokama | Foto: Erica Aquino

    Manaus – Moradores da comunidade Avenida das Flores Área Indígena Kokama, localizada no conjunto Cidadão 12, no Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus, estão sendo prejudicados com problemas de saneamento básico, energia elétrica, entre outros que deixa a localidade em situação precária.

    A dona de casa Suliane Grade, de 25 anos, conta que lixos acumulados em bueiro causam alagamentos. “Quando chove, a água transborda a vala e alaga a maioria das casas”, conta a moradora.

    A comunidade existe há 10 anos e tem um total de 200 famílias que passam por essas dificuldades diariamente. Há no local dois bueiros a céu aberto que, em tempos de chuva, com o acumulo de lixo, fazem a água transbordar e invadir a residência dos moradores a nível dos joelhos.

    Os moradores ficam expostos a doenças e a animais silvestres, como jacaré e cobras. “Sempre encontramos um animal na comunidade. Os meus meninos brincam de bicicleta e ficam apavorados", relatou a dona de casa Aurilene da Silva, de 42 anos.

    Além do problema com o esgoto, os moradores enfrentam ruas de barro, tomadas pelo mato e poças de lama, que impossibilitam o tráfego de carros e o passeio dos pedestres.

    Moradores reclamam do descaso
    Moradores reclamam do descaso | Foto: Erica Aquino

     Na via, nunca pavimentada, não há possibilidade de entrar materiais de construção ou carros pesados. As crianças sofrem por não terem a oportunidade de brincar na rua.

    O pedido as autoridades, responsáveis para regularização do local, já foi feito pela comunidade, mas, de acordo com os moradores, nunca foram devidamente atendidos.

    O Manobrista Francisco Barbosa, de 42 anos, faz um único apelo as autoridades responsáveis. “O que mais essa comunidade precisa é de atenção. Também pagamos imposto e queremos ter os direitos como qualquer outro morador de Manaus”, comenta.

    Posicionamento

    Em nota, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) afirmou que a demanda foi encaminhada ao distrito de obras, para junto com a equipe de engenharia de infraestrutura realizar avaliação topográfica da área a fim de projetar as necessidades e inserir no planejamento de obras.  

    Confira a matéria:

    | Autor: César Gomes
     
    Comentários