Fonte: OpenWeather

    Denúncia


    Moradores sofrem com ausência de médicos em UBS na zona Leste

    A principal reclamação dos usuários da UBS Geraldo Magela no Armando Mendes é que não há médico ginecologista há mais de dois anos

    Segundo denúncia, a ausência de médicos na unidade é constante
    Segundo denúncia, a ausência de médicos na unidade é constante | Foto: Rogério Barros/ EM TEMPO

    Manaus- Segundo denúncia, moradores sofrem com a ausência de médicos, com a falha no atendimento e informações na Unidade Básica de Saúde (UBS) Geraldo Mangela localizada na rua Rio Envira, nº 442, bairro Armando Mendes, zona Leste de Manaus. Os denunciantes dizem que nem sempre há médicos clínico geral e o serviço do especialista em ginecologia não é oferecido há mais de dois anos. Depois de procurarem ajuda nos órgãos responsáveis, mulheres procuraram o EM TEMPO com o intuito de buscar solução para o caso.

    Participante do Conselho de Saúde local, Emilene Morais atua há muitos anos no bairro e sabe de perto a realidade dessas pessoas que precisam do serviço de uma Unidade Básica de Saúde. De acordo com ela, os atendimentos oferecidos não suportam a demanda para a quantidade de pessoas da comunidade, e com a falha no sistema, os moradores precisam ir a outro bairro para conseguir médicos.

    “Estamos sem ginecologista na comunidade, sendo que nossa população no bairro é de 35 mil pessoas. Sem esse especialista fica impossível cuidar da saúde. Muitas pessoas não têm condições, no Armando Mendes a comunidade é de periferia. As mulheres estão sofrendo muito por conta da falta desse profissional. Que tem urgência no atendimento precisa ir para a UBS Alfredo Campos situada no Zumbi”, relatou Emilene.

    Emilene Morais acompanha de perto os problemas da comunidade
    Emilene Morais acompanha de perto os problemas da comunidade | Foto: Rogério Barros/Em Tempo

    A dona de casa Elizane Silva é moradora da comunidade da Sharp que faz parte do bairro Armando Mendes. Cansada de correr perigo e não conseguir atendimento médico na UBS, ela precisou ir para rede privada de saúde para encontrar o médico especialista. Para conseguir uma vaga a mulher precisava madrugar na unidade e ainda correr o risco de ficar na lista de espera do Sistema de Regulação (Sisreg).

    “Da minha casa para vir de madrugada realizar o agendamento era muito difícil. As vezes ficávamos no corredor da UBS mas não conseguíamos nem vaga para o agendamento. Foi sempre uma questão de sorte, pois quem disponibiliza as vagas é o próprio sistema. Pedimos as autoridades que olhem pela saúde da comunidade da Sharp, pelo Armando mendes. Não temos pediatra, nossas crianças e mulheres estão abandonados”, contou a dona de casa.

    Elizane Silva precisou buscar ajuda na rede privada
    Elizane Silva precisou buscar ajuda na rede privada | Foto: Rogério Barros/Em Tempo

    Resposta da Semsa

    Procuramos a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para solicitar informações sobre o caso. Em resposta a secretaria afirmou que está seguindo as diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Saúde, cujo modelo adotado é Estratégia Saúde da Família (ESF), conforme preconiza a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), da qual o município, atende todos os ciclos de vida -  incluindo as mulheres - fazendo encaminhamentos quando os casos forem de maior complexidade, conforme fluxo já estabelecido.

    A ESF é composta por médico, enfermeiro, auxiliar e/ou técnico de enfermagem e agente comunitário de saúde (ACS). Dentre as atribuições elencadas para o profissional médico de Saúde da Família destaca-se: encaminhar, quando necessário, usuários a outros pontos de atenção, respeitando fluxos locais, mantendo sob sua responsabilidade o acompanhamento do plano terapêutico prescrito. A secretaria ressaltou ainda que dentro da rede de atenção saúde, existem Unidades Básicas de Saúde com profissionais aptos para o atendimento das demandas de ginecologia na área adstrita do bairro do Armando Mendes.

     Leia Mais:

    Bombeirosregistram 30 ocorrências no fim de semana em Manaus

    Sargento da PM morre após sofrer acidente de moto em Manaus

    Mais de 12 mil pessoas com Covid-19 estão em isolamento no AM

    Comentários