Fonte: OpenWeather

    Acidente aéreo


    Quarta vítima da acidente aéreo morre em hospital de Manaus

    A vítima não resistiu aos graves ferimentos e morreu durante procedimento cirúrgico

    O avião teria capacidade para seis pessoas e segundo informações da Anac, estava em situação regular. | Foto: Marcelo Cadilhe

    Manaus - A quarta vítima do acidente aéreo ocorrido na manhã desta quinta-feira (22), em Manaus, morreu nesta tarde. A vítima ainda não teve o nome divulgado. Segundo informações repassadas pela direção do pronto-socorro João Lúcio, a quarta vítima fatal e um outro sobrevivente da queda deram entrada no hospital em estado gravíssimo após o acidente.

    Segundo informações, assim que chegou a unidade hospitalar, o paciente teve uma perda súbita e inesperada de função cardíaca, respiração e consciência (parada cardio-respiratória). Ele foi reanimado e logo em seguida levado para o centro cirúrgico. Porém, não resistiu aos graves ferimentos e morreu durante o procedimento. O segundo sobrevivente está na área de politraumas da unidade, sendo estabilizado e deve passar  por um procedimento cirúrgico ainda hoje.

    A direção do João Lúcio informou também que informará o nome completo das vítimas  assim que for feita a identificação de ambos. 

    Leia também: IML aguarda requisição de necropsia para periciar corpos de vítimas | Em tempo

    Comoção

    Na tarde desta quinta, o representante comercial Elias Acosta, de 32 anos, que era amigo do co-piloto José Hernandes de Lima Rogério, de 29 anos, deu um depoimento emocionado à imprensa.

    "Ele era experiente, muito bom no que fazia. A família está muito abalada. Ele deixou uma mulher e cinco filhos. Os pais deles são do Ceará e, infelizmente, não poderão vir ao enterro, pois são idosos e têm problemas de saúde", disse o amigo. 

    Natural do Ceará, José morava em Manaus há mais de 15 anos e, apesar do pouco tempo de profissão, de aproximadamente 2 anos, era bastante elogiado pelos amigos de profissão, segundo Elias.

    O avião em que José Hernandes estava como co-piloto, teria como destino o município de Borba (a 151 km de Manaus). O avião era de pequeno porte, modelo Embraer 720 D e prefixo PTVKR, da empresa Fretav Turismo e Comércio. A aeronave caiu próximo ao aeroclube, Zona Centro-Sul da capital.

    Cinco pessoas, entre elas piloto e co-piloto, estavam na aeronave. Três pessoas à bordo morreram na hora. Além da quarta vítima, um quinto passageiro segue internado em estado gravíssimo.

    O avião teria capacidade para seis pessoas e segundo informações da Anac, estava em situação regular.


    Edição: Luís Henrique Oliveira


    Leia mais: 

    Trabalhadores que nasceram em março e abril já podem sacar o abono salarial

    Trio ligado à facção criminosa é preso com 9 veículos

    Amazonas deve receber mais venezuelanos vindos de Roraima


    Comentários