Fonte: OpenWeather

    Queda avião


    Família de piloto morto em acidente aéreo vai ao IML liberar corpo

    O sepultamento será realizado nesta sexta-feira (23) em Nova Olinda do Norte

    Robinson ainda chegou a postar um vídeo nas redes sociais agradecendo a Deus por tudo que tinha conquistado na vida | Foto: Reprodução

    Manaus - Familiares do piloto, Robinson Rodrigues Castilho, de 40 anos, chegaram ao Instituto Médico Legal (IML), na noite desta quinta-feira (22), por volta das 18h30, para realizar a liberação do corpo da vítima. O sepultamento será realizado nesta sexta-feira (23) em Nova Olinda do Norte, interior do Amazonas.

    Robinson pilotava um avião de pequeno porte, modelo 720 D e prefixo PVTKR, que caiu em uma área de mata, nas proximidades do Aeroclube do Amazonas, na Zona Centro-Sul de Manaus, nesta manhã. De acordo com o amigo da vítima, Gerson Nogueira, o piloto era uma pessoa muito querida em Nova Olinda do Norte. Ele deixou três filhos menores de idade.

    "O Robinson era quem sustentava a família. Ele morava em Nova Olinda do Norte e sempre fazia esses trabalhos como piloto, além de realizar alguns cursos na capital", explicou Gerson.

    Corpo de Robinson deve seguir para Nova Olinda do Norte
    Corpo de Robinson deve seguir para Nova Olinda do Norte | Foto: Reprodução


    O amigo ainda disse que o corpo deve seguir para o município na manhã desta sexta-feira. "Ele vai ser velado em uma igreja evangélica da cidade, onde os amigos poderão dar o último adeus", concluiu. 

    A esposa do piloto estava no IML e muito abalada preferiu não falar com a imprensa. Ela veio de Nova Olinda do Norte em uma lancha, logo após saber do acidente. A viagem durou aproximadamente 4 horas. 

    Robinson ainda chegou a postar um vídeo nas redes sociais agradecendo a Deus por tudo que tinha conquistado na vida. Ele  contou sobre a infância pobre que teve e as dificuldades que enfrentou para se tornar um piloto de avião. Minutos antes da decolagem, ele publicou uma foto e disse que logo sobrevoaria a sua cidade e, portanto, a casa onde morava com a família. 

    Edição: Bruna Souza 

    Comentários