Fonte: OpenWeather

    Especial aniversários


    Gigante na Zona Norte, Novo Aleixo completa seu 26º aniversário

    Atualmente o bairro tem 96.611 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

    Bairro grandioso, Novo Aleixo comemora 26 anos. | Foto: Marcely Gomes

    Manaus - O terceiro maior bairro de Manaus comemora seu 26º aniversário nesta sexta-feira (23). Até 2010, o bairro Novo Aleixo, situado na Zona Norte de Manaus tinha cerca de 96.611 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística  (IBGE).

    Relativamente novo, o bairro tem como maioria uma população feminina com cerca de 50 mil mulheres que integram o quadro de moradores do bairro. Ele também é conhecido por ser bastante comercial, uma vez que o local é dotado de supermercados, padarias, açougues, restaurantes, casas de show e feiras que facilitam o cotidiano da população. 

    O Novo Aleixo faz limite com  os bairros São José Operário, Parque 10, Flores, Aleixo e Cidade Nova. Recentemente, o bairro foi dividido em 4 etapas que dão espaço para comunidades ou interbairros como o Mutirão, Amazonino Mendes, Parque das Garças, entre outros.

    O bairro é dividido em quatro etapas.
    O bairro é dividido em quatro etapas. | Foto: Marcely Gomes

    Leia também: Jorge Teixeira supera adversidades e comemora 29 anos de criação

    Surgimento

    O bairro começou como uma invasão em 1992 e foi registrado e reconhecido em 1995. Dentre os moradores antigos que acompanharam o processo de evolução e transformação do lugar, está o vigilante Francisco de Souza Pereira, de 56 anos. Morador do bairro há mais de 17 anos, Francisco é uma figura conhecida do local e está sempre a frente quando o assunto é lutar pelo bairro do coração.

    Para ele, o Novo Aleixo cresceu rapidamente. Francisco relembra os tempos de inicio do bairro e ressalta. "Olhando o bairro agora, não lembra nem de longe o que foi um dia. Apesar dos inúmeros problemas, o Novo Aleixo é um bom lugar para se viver, principalmente, na questão de vizinhança", diz o morador.

    Comércio e prosperidade

    Como não poderia deixa de ser, assim como os outros bairros da Zona Norte, cerca de 11 mil estabelecimentos comerciais aquecem a economia do local. 

    Novo Aleixo
    Novo Aleixo | Foto: Marcely Gomes

    Gerente comercial de um dos supermercados mais antigos do lugar, Bruno Mendonça de 25 anos revela que a família vive há anos das vendas. "Aqui é um lugar muito bom para quem vive de vendas, dá para prosperar. Começamos com algo bem pequeno e crescemos com o bairro. Sou muito grato à tudo que conseguimos por aqui", diz.

    "Aqui é um lugar muito bom para quem vive de vendas", dizem os comerciantes que atuam no local.
    "Aqui é um lugar muito bom para quem vive de vendas", dizem os comerciantes que atuam no local. | Foto: Marcely Gomes

    Apesar de ter uma comunidade evangélica bastante presente no local, o catolicismo ainda predomina com missas e festividades em comemoração a São Pedro na Igreja Católica Bom Jesus erguida desde o início do bairro.

    A Igreja Católica Bom Jesus foi erguida ainda no início do bairro.
    A Igreja Católica Bom Jesus foi erguida ainda no início do bairro. | Foto: Marcely Gomes

    Trânsito

    A principal rua é a João Câmara, que inicia após a ponte do conjunto Colina do Aleixo e termina na Cidade Nova. As linhas 043, 072, 439 e 447 são algumas das que atendem o bairro. 

    Mas apesar do lado bom, o Novo Aleixo ainda está longe de ser um bairro modelo. Segundo os próprios moradores, ruas esburacadas, limpeza pública em falta e insegurança são uma constante na vida dos que escolheram ou nasceram no "Gigante da Zona Norte".

    Embora a Prefeitura de Manaus realize diversas ações na capital, alguns moradores alegam a falta atividades sociais, culturais e esportivas no bairro. "Acredito que o bairro poderia ser dotado de outras atividades e espaços para a prática de atividades sociais e culturais. Até uma pracinha ajudaria", disse Bruno Mendonça , que além de trabalhar no comércio da família também é morador.

    Bruno Mendonça cresceu no Novo Aleixo, para ele o lugar é bom para morar e só precisa de um espaço voltado para os jovens.
    Bruno Mendonça cresceu no Novo Aleixo, para ele o lugar é bom para morar e só precisa de um espaço voltado para os jovens. | Foto: Marcely Gomes

    Insegurança

    Somente de janeiro a julho de 2017, 43 homicídios foram registrado no bairro de acordo com matérias divulgadas pelo Em Tempo. No entanto, ainda não foi divulgada a estatística oficial do número de homicídios registrados no bairro este ano.

    Recentemente, a Polícia Federal (PF) desmontou uma casa situada no bairro, onde funcionava com uma espécie de "quartel general" para membros da facção criminosa Família do Norte (FDN). Pelo menos 29 pessoas foram presas na ação.

    Novo Aleixo
    Novo Aleixo | Foto: Marcely Gomes

    Mesmo com toda a insegurança, a otimista e trabalhadora população que ali reside, não perde o ânimo e comemora junto mais uma ano de existência do lugar que, humildemente, cresceu e prosperou ao longo dos anos. 

    "Eu desejo que nosso bairro cresça ainda mais e que possamos ter mais segurança, mais escolas para atender nossas crianças e jovens. Moro aqui há muito tempo e tenho muito carinho por esse lugar, ele tem seus problemas mas tem seu lado bom por ser um bairro ativo, de povo que tem vontade de crescer. Espero que possamos comemorar mais e mais vezes", felicitou o morador Anderson de Almeida, de 62 anos.

    Novo Aleixo
    Novo Aleixo | Foto: Marcely Gomes


    Edição: Luís Henrique Oliveira


    Leia mais: 

    História de Lábrea: princesinha do Purus completa 132 anos

    Escola de Samba Aparecida fez festa para marcar aniversário de 38 anos

    História de Pauini: cidade do Alto Purus completa 62 anos






    Comentários