Fonte: OpenWeather

    Combustível


    Álcool ou gasolina: qual a melhor opção para o carro flex?

    Descubra quando utilizar cada um, entenda as vantagens e desvantagens na matéria do EM TEMPO

    Mas afinal, na hora de abastecer, por exemplo, quando escolher etanol e quando optar pela gasolina? | Foto: Reprodução

    MANAUS - Os carros flex, que permitem que os motoristas possam abastecer tanto com etanol quanto gasolina, são a maioria no Brasil. A praticidade desse tipo de veículo veio para ficar e embora para alguns a escolha entre álcool e gasolina seja meramente uma questão de gosto. Mas afinal, na hora de abastecer, por exemplo, quando escolher etanol e quando optar pela gasolina?

    O engenheiro químico e gerente de Qualidade da Distribuidora Atem, Eliomar Passos, explica que há vantagens e desvantagens para cada um deles. “Primeiramente, deve-se levar em conta que a escolha do tipo de combustível ideal passa por vários fatores, desde a procedência, características do veículo e o bolso do motorista”, destaca Passos. Os motoristas devem dar preferência a postos de confiança e que ofereçam controle nos procedimentos, tancagem limpa e de qualidade dos combustíveis, pois o barato pode sair caro.

    Gasolina x Álcool

    Quando o assunto é consumo, a gasolina sai na frente, isso por ela ser um combustível que precisa de uma potência menor do motor e um tempo de combustão mais longo. Por conta disso, o carro desenvolve mais potência e velocidade utilizando menos combustível.

    Por ser um combustível de fontes renováveis, o álcool é mais ecológico. Outra vantagem do etanol está na economia, Passos afirma que escolher esse combustível somente é mais vantajoso se custar 70% do preço da gasolina. Para se ter ideia qual pode representar menor despesa no final do mês é necessário que o motorista avalie o custo por quilômetro rodado.

    Independente da escolha, vale lembrar que o veículo flex possibilita inclusive, variar ou utilizar ambos combustíveis ao mesmo tempo, já que esse modelo possui um sensor que detecta os dois tipos de combustíveis no tanque e ajusta a injeção de acordo com a mistura.

    Dicas para economizar

    Agora que você já sabe o cálculo para escolher o combustível ideal, confira duas dicas que vão te ajudar a ter mais economia. Independentemente de ser etanol ou gasolina:

    - Ar-condicionado: não só ele, mas qualquer outro aparelho elétrico do carro contribui para um gasto maior do combustível;

    - Modo de dirigir: pode parecer que não, mas a sua postura no trânsito está diretamente ligada ao consumo. Ser impaciente, aceleradas e freadas bruscas, entre outras coisas, aumentam o consumo.

    Leia Mais

    Gasolina e diesel mais baratos nas refinarias a partir desta quinta

    Preço da gasolina cai em Parintins após cobrança da Defensoria Pública

    *Com informações da assessoria

    Comentários