Fonte: OpenWeather

    Educação


    Convênio entre Secretaria de Educação e Ufam forma primeira mestre

    Gracimeire Torres, pedagoga e professora, vai defender, às 14h, sua dissertação, cujo tema é “A política de permanência no processo de democratização do ensino médio em Manaus”

    Gracimeire Torres pronta pra defesa
    Gracimeire Torres pronta pra defesa | Foto: Arquivo Pessoal

    Manaus -  A Secretaria de Estado de Educação e Desporto vai ganhar a primeira mestre em Educação na linha de Políticas Públicas e Desenvolvimento Regional nesta terça-feira (30/06). Formada por meio do convênio 001/2018, que foi firmado entre a secretaria e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Gracimeire Torres vai defender, às 14h, sua dissertação, cujo tema é “A política de permanência no processo de democratização do ensino médio em Manaus”. Quem quiser acompanhar a defesa, pode solicitar acesso pelo link: meet.google.com/dxr-thjp-zsm.

    Torres, que há 27 anos atua como pedagoga e professora na Secretaria de Educação, diz que a experiência foi prazerosa. “Foi um processo muito bom, de grandes aprendizagens, que vem para fortalecer nossa prática profissional, no sentido de uma prática mais fundamentada no âmbito da política pública, para que a gente tenha uma atuação mais consciente nos nossos processos de práticas no contexto amazônico”, diz a, até então, mestranda. 

    A professora e pedagoga disse que está ansiosa para a defesa, mas feliz por ter realizado a pesquisa e defender, de forma pioneira, a dissertação pelo convênio justo no dia em que a Faculdade de Educação (Faced) comemora os 50 anos de criação, o que virou parte da programação de comemoração.  “A emoção se duplica”, afirma. 

    Torres conta que toda a vida acadêmica foi na rede pública de ensino e diz que os colegas devem aproveitar as oportunidades que surgirem. A defesa da dissertação será virtual, via aplicativo de reunião. A medida foi adotada em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). 

    Convênio 

    O convênio entre a Secretaria de Estado de Educação e Desporto e a Ufam ofertou 18 vagas para professores da rede estadual de ensino cursarem mestrado ou doutorado na universidade. As linhas de pesquisa eram Processos Educativos e Identidades Amazônicas; Educação, Políticas Públicas e Desenvolvimento Regional; Formação e Práxis do(a) Educador(a) Frente aos Desafios Amazônicos e Educação Especial e Inclusão no Contexto Amazônico.

    Leia mais:

    UEA já formou mais de 50 mil profissionais durante 19 anos de trabalho

    Educação, colaboração e os direitos humanos

    Alunos do IFAM- Distrito esperam por diplomas há mais de seis meses

    Comentários