Fonte: OpenWeather

    WHATSAPP


    Mensagens apagadas no Whatsapp? Veja como recuperá-las

    WA Delete for Everyone permite recuperar até 50 mensagens não lidas

    Aplicativo WA Delete for Everyone permite recuperar o conteúdo original de mensagens apagadas do WhatsApp em até sete minutos. | Foto: Reprodução

    Manaus - Nos últimos meses, o WhatsApp tem passado por várias atualizações e adquirido novas funções, entre elas a de “apagar mensagens para todos”, muito utilizada em grupos e até mesmo em conversas individuais, está disponível por apenas sete minutos. Mas você sabia que essas mensagens podem ser recuperadas?

    Leia também: Elas não desaparecem! Mensagens apagadas do WhatsApp podem ser visualizadas

    Programadores descobriram uma falha no sistema que permite recuperar o conteúdo da mensagem apagada. Com essa função, foi criado o aplicativo WA Delete for Everyone, que consegue recuperar o conteúdo original da mensagem.

    Para utilizar o app, no entanto, é preciso autorizá-lo a registrar as notificações do WhatsApp. Assim, se você não se sente confortável e seguro com essa permissão, é melhor nem instalar o aplicativo, que já está disponível na Google Play Store.

    A versão gratuita do aplicativo tem um número limite de mensagens guardadas. O máximo é de 50 mensagens em cada contato. Para configurar, toque na engrenagem > "Tamanho do log de mensagens". Caso queira aumentar esse número, você pode adquirir a Versão Pro.

    O WADelete for Everyone não é o único aplicativo do gênero. Outros aplicativos, como o Nova Launcher, permitem recuperar as mensagens apagadas do aplicativo de mensagens, mas somente nos dispositivos com o sistema operacional Android. De qualquer forma, para não comprometer o celular, o melhor método ainda é o cuidado na hora de enviar mensagens pelo WhatsApp.

    Edição: Lívia Nadjanara

    Leia mais: 

    WhatsApp vai disponibilizar chamada de vídeo em grupo

    Kodak ressurge com tecnologia Blockchain

    Sabonete de pupunha e buriti? Conheça o poder dos óleos amazônicos

    Comentários