Fonte: OpenWeather

    Faça você mesmo


    Como fazer sabão caseiro? Confira o passo a passo!

    O que você faz com o óleo que sobra em casa? Sabia que ele pode virar um sabão? Saiba como!

    EM TEMPO ensina uma receita simples para se fazer sabão em casa | Foto: Divulgação

    Em tempos de coronavírus, um produto se tornou essencial: o sabão. Ao lado do álcool em gel 70%, lavar as mãos com sabão é um dos cuidados que mais têm sido difundidos no combate ao avanço da pandemia. E o EM TEMPO ensina uma receita simples para se fazer sabão em casa, aproveitando o óleo usado em frituras.

    O sabão caseiro tem uma tripla finalidade: promover economia; evitar o descarte do óleo em locais indevidos e que causem estragos ambientais; e o prazer de produzir o seu próprio sabão.

    Ingredientes

    - 5L de óleo de cozinha usado (preferencialmente coado);

    - 1kg de soda cáustica (granulada ou líquida);

    - 1L de água;

    - 200ml de álcool doméstico

    Modo de fabricação:

    Colocar todos os ingredientes (exceto o álcool) num balde plástico e mexer com cuidado durante 45 minutos. Caso prefira, pode-se dissolver a soda em água morna, em um recipiente plástico menor, antes de acrescentá-la ao óleo. Depois desse período, acrescentar o álcool e misturar bem. Logo após a colocação do álcool, a mistura irá começar a se solidificar.

    Despejar a mistura em assadeiras e aguardar a solidificação por dois dias. Após esse período, a massa, já solidificada, poderá ser cortada em barras, que deverão ser deixadas num local ventilado, para curar por um período de 20 a 30 dias, dependendo das condições locais de vento e chuva.

    Pode-se também despejar o sabão em formas plásticas reaproveitáveis; assim, cada sabão, depois de secar e curar, poderá ser utilizado dentro da própria forma.

    Cuidados básicos

    Alguns cuidados são essenciais e devem ser observados: utilizar luvas, máscara e óculos de proteção para os olhos; usar um cabo de vassoura comprido ou então um bambu para mexer, pois assim é mais seguro. E mexer com cuidado, para não espirrar o produto na pessoa.

    Com informações da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

    Comentários