Fonte: OpenWeather

    Internacional


    Marroquino condenado pelo 11 de setembro pode ser liberado

    O condenado recebeu em 2004 a pena de 15 anos de prisão, por filiação a organizações terroristas e cumplicidade em 246 assassinatos.

    As Torres Gêmeas, em 11 de setembro
    As Torres Gêmeas, em 11 de setembro | Foto: Divulgação

    Mounir El Motasadeq, marroquino condenado pelos atentados em 11 setembro, será libertado da prisão alemã Fuhlsbüttel, conhecida como Santa Fu (Hamburgo), em outubro. As informações foram divulgadas pelo jornal alemão "Blid". 

    O condenado recebeu em 2004 a pena de 15 anos de prisão, por filiação a organizações terroristas e cumplicidade em 246 assassinatos.

    Havendo a confirmação, ele deixará a prisão em 15 de outubro, três meses antes de cumprir a pena que se completaria em 19 de janeiro de 2019.

    Quando deixar a prisão Mounir El Motasadeq, retornará ao Marrocos, onde vivem sua esposa e dois filhos, embora ainda necessite de documentação. 

    Leia mais:

    Passageiro bêbado que tumultuou voo entre Caracas e Manaus é condenado

    Companhias aéreas podem ter 'lista negra' contra terroristas

    EI reivindica autoria de ataque que deixou três mortos em Toronto

    Comentários