Fonte: OpenWeather

    Austrália


    Animais resgatados de incêndios são fotografados ao lado de bombeiros

    A edição de 2021 do calendário deve desempenhar um papel vital no tratamento de animais selvagens feridos pelos recentes incêndios

    Os animais foram resgatados em incêndios na Austrália
    Os animais foram resgatados em incêndios na Austrália | Foto: Reprodução

    Todos os anos, os bombeiros da Austrália participam de um calendário com verba destinada para caridade e a versão 2021 já está pronta, com a participação de animais resgatados em incêndios recentes.

    O Australian Firefighters Calendar foi estabelecido em 1993 para apoiar a Children's Hospital Foundation, fornecendo fundos para pesquisas sobre queimaduras infantis.

    Desde então, já arrecadou mais de $ 3,2 milhões para várias instituições de caridade e, considerando a forma como 2020 se desenrolou até agora, era urgente fazer o de 2021.

    "O ano de 2019 e o início de 2020 foram  devastadores. O mundo sofreu com a Austrália, pois tivemos incêndios florestais catastróficos e uma perda estimada de 1 bilhão de animais de nossa diversificada vida selvagem nativa", explicou a equipe do Calendário de Bombeiros Australianos. 

    A verba do calendário é destinada para a caridade
    A verba do calendário é destinada para a caridade | Foto: Reprodução

    Este ano, o popular Calendário 'Amantes dos Animais' será mais importante do que nunca. Enquanto os fundos do calendário de 2020  ajudaram a pagar por novos equipamentos e suprimentos por quase seis meses, a edição de 2021 deve desempenhar um papel vital no tratamento de animais selvagens feridos pelos recentes incêndios. 

    Todos os anos, centenas de bombeiros de toda a Austrália enviam fotos para fazer parte do photoshoot do calendário, mas apenas 24 são escolhidos para vir para o photoshoot na Gold Coast ", disse David Rogers, diretor do Australian Firefighters Calendar.

    *R7 notícias

    Leia mais:

    Paraguai encontra 7 corpos em contêiner enviado da Sérvia

    Papa Francisco defende união civil entre homossexuais

    Comentários