Fonte: OpenWeather

    Indenização


    Banco terá que pagar R$ 5 mil para cliente que esperou 2 horas em fila

    A indenização será por danos morais, mas ainda cabe recurso por parte do banco

    A decisão foi tomada pela Justiça após cliente registrar reclamação | Foto: Ione Moreno

    Brasil - O Banco do Brasil terá que pegar uma indenização de R$ 5 mil para um cliente que esperou mais de 2 horas para ser atendido em uma fila. O caso foi registrado em agência bancária de Colina em Tocantins. A decisão foi do juiz José Carlos Ferreira Machado, mas ainda cabe recurso por parte do banco.

    No extrato de atendimento guardado pelo cliente o horário de chegada marcado era 12h04, porém o homem só foi atendido pelo funcionários do banco por volta das 14h. O caso foi registrado na Justiça no dia 16 de abril deste ano.

    Leia também: Comércio eletrônico espera faturar R$ 2,6 bilhões no Dia dos Namorados

    "No caso concreto vislumbra-se que o autor teve que aguardar um longo período para conseguir o atendimento, o que ultrapassa o mero aborrecimento [...] Entendo por bem, que o dano moral experimentado pela parte autora, deve ser reparado pela instituição financeira requerida", informou o juiz na decisão.

    O cliente inicialmente teria pedido o valor de R$ 10 mil em indenização por danos morais, mas o juiz decidiu que o banco deveria pagar R$ 5 mil com juros e correção monetária.

    Em nota, o Banco do Brasil disse que entre as ações adotadas para reduzir a fila de espera nas suas agência, destacam-se reforço nas ações de capacitação, utilização de ferramentas para acompanhar e monitorar o atendimento dos clientes e o tempo de espera nas filas, redimensionamento das carteiras de clientes e a adequação do número de funcionários às necessidades da agência.

    Leia mais: 

    Obras de infraestrutura são intensificadas Zona Norte de Manaus

    Arthur Neto vai a Brasília e alinha financiamento para obras em Manaus

    TCE-AM irá fiscalizar obra de anexo da Câmara Municipal de Manaus

    Comentários