Fonte: OpenWeather

    Estupro


    Pais denunciam professor de judô por estupro de adolescente

    Estupro teria acontecido em novembro de 2019 durante viagens, no interior de um veículo

    O caso fez com que a Federação de Judô de Mato Grosso do Sul suspendesse o acusado por 30 dias.
    O caso fez com que a Federação de Judô de Mato Grosso do Sul suspendesse o acusado por 30 dias. | Foto: Divulgação

    Os pais de uma estudante de 15 anos que praticava judô em Dourados, no Mato Grosso do Sul, fizeram uma denúncia acusando o professor da modalidade de ter estuprado a menor. O caso fez com que a Federação de Judô de Mato Grosso do Sul suspendesse o acusado por 30 dias.

    O crime teria acontecido em novembro de 2019 durante viagens, no interior de um veículo. O estupro também teria ocorrido na academia do professor, que tem 31 anos. A adolescente praticava a arte marcial desde os 9 anos. A vítima se mudou com a família de estado após a descoberta do suposto abuso sexual , segundo informações do G1 Mato Grosso do Sul.

    A família deu entrada no boletim de ocorrência com a denúncia em Colíder, local onde os pais da adolescente moram, no Mato Grosso. "Existe aqui um boletim de ocorrência registrado pelos pais da menina e, como se trata de crimes sexuais , não serão divulgados detalhes. Vou intimar os pais para depoimento e, em seguida, encaminhar tudo para a Polícia Civil de Dourados", disse o delegado responsável pelo caso, Eugênio Rudy.

    A Federação de Judô de Mato Grosso do Sul suspendeu as atividades do professor para investigar a denúncia. De acordo com o presidente da entidade, uma comissão está averiguando, em sigilo, os fatos. Os detalhes do caso serão encaminhados para a confederação e a justiça esportiva.

    Comentários