Fonte: OpenWeather

    Mistério


    Brasileiros recebem sementes misteriosas vindas da China

    Moradores de Santa Catarina que fizeram compras pela internet estão recebendo um “brinde” estranho: sementes. Os pacotes chegam da China.

    A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) está orientando os moradores a não abrirem os pacotes, nem plantarem as sementes.
    A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) está orientando os moradores a não abrirem os pacotes, nem plantarem as sementes. | Foto: Gabriel Zapella/Cidasc

    Moradores de Santa Catarina que fizeram compras pela internet estão recebendo um “brinde” estranho: sementes. Os pacotes são descritos como joias e o indicativo é que chegam da China.

    A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) está orientando os moradores a não abrirem os pacotes, nem plantarem as sementes. O material ainda será periciado. “O conteúdo destes pacotes são sementes de diferentes espécies vegetais não identificadas”, explica a companhia no site.

    A instrução das autoridades é que as sementes não sejam jogadas fora, mas que quem receber entregue o pacote para a Cidasc. A companhia alerta que utilizar sementes ilegais pode gerar plantas daninhas, insetos, fungos, bactérias e vírus.

    Pacotes 

    Informações mostram que o primeiro pacote misterioso foi entregue a um morador de Jaraguá do Sul, no norte do estado, que tinha feito uma compra online. Outros 30 moradores de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul disseram que também tinham recebido o pacote por meio dos Correios.

    Entre os destinatários, alguns não tinha nem mesmo feito compras online. Apenas receberam o pacote com sementes.

    Nos Estados Unidos e em Portugal, as sementes também foram enviadas a moradores. Autoridades dos dois países alertam para que a população não mexa nas sementes.

    Quem estaria interessado em enviar essas sementes? Para quê? Isso que as autoridades estão investigando.

    Comentários