Fonte: OpenWeather

    luto


    Morre no Rio o jornalista e escritor Carlos Heitor Cony

    Ele estava internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro

    Imortal da academia de letras desde 2000, Cony tinha 91 anos. | Foto: Divulgação

    Rio de Janeiro - Morreu na noite de sexta (5) o jornalista e escritor Carlos Heitor Cony, aos 91 anos. Ele estava internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

    Quinto ocupante da Cadeira nº 3 da Academia Brasileira de Letras (ABL), foi eleito em 23 de março de 2000 e tomou posse em 31 de maio do mesmo ano.

    Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926. Começou a carreira em 1952 como redator da Rádio Jornal do Brasil. Também passou pelas redações do Correio da Manhã, da Folha de S. Paulo e da rádio CBN.

    Como escritor, ganhou três prêmios Jabuti pelos romances Quase Memória, A Casa do Poeta Trágico e Romance sem Palavras.

    Segundo a ABL, com o golpe militar de 1964, foi preso várias vezes e passou um período na Europa e em Cuba. Cony deixou esposa e três filhos.

    Edição: Lívia Nadjanara

    Leia também:

    Exército apreende 1,2 tonelada de skunk na calha do rio Juruá

    Nacional está em fase de ajustes, diz novo técnico

    Atendimento ruim e preconceito afastam compradores

    Comentários