Fonte: OpenWeather

    Mr Catra


    Mr. Catra morre em São Paulo vítima de câncer no estômago

    O artista estava internado no hospital Hospital do Coração (HCor), na capital paulista

    O artista estava internado no hospital Catra teve um diagnóstico de câncer no estômago em 2017 | Foto: Divulgação

    São Paulo - O cantor e funkeiro MC Catra, 49 anos, morreu na tarde desde domingo, em São Paulo. Wagner Domingues Costa, seu nome de batismo, estava internado no Hospital do Coração (HCor), na capital paulista. Ele lutava contra um câncer gástrico. Ele deixa três esposas, 32 filhos e quatro netos.

    "É com enorme pesar que comunicamos o falecimento do amigo e cliente Wagner Domingues Costa o Mr Catra, que nos deixou na tarde deste domingo (9), em decorrência de um câncer gástrico. O cantor e compositor estava internado no Hospital do Coração (HCor), em São Paulo, e já vinha lutando contra a doença", informou o hospital.

    A assessoria de imprensa também lamentou: "Neste momento de sofrimento, agradecemos o carinho, cuidado e compreensão dos amigos da imprensa, e pedimos, gentilmente, para que respeitem o momento de tristeza da família".

    Catra teve um diagnóstico de câncer no estômago em 2017. Ele disse então que iria parar de fumar e de beber a partir daquele momento, às vésperas de começar a realizar suas sessões de quimioterapia.

    Polêmica 

    Em outubro de  2017, após desembarcar na capital amazonense, o artista teve que dar explicações à Polícia Civil do Amazonas sobre um vídeo divulgado nas redes sociais, onde ele cantava um funk exaltando membro de uma facção criminosa que atua na região norte. 

    Leia mais 

    Mr. Catra será ouvido por suposta relação com traficantes da FDN e prisão não é descartada

    Após funk relacionado à FDN, PCC proíbe presença de Mr. Catra em São Paulo

    Mr. Catra cita organização criminosa FDN em funk e vídeo causa polêmica em Manaus

    Comentários