Fonte: OpenWeather

    Teatro


    Clássico do teatro infantil ganha nova versão para os palcos de Manaus

    ‘O rapto das cebolinhas’, obra de Maria Clara Machado, estreia no dia 15 de outubro, às 19h, no Teatro Amazonas

    Os ingressos poderão ser adquiridos aos preços de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada) | Foto: Divulgação

    Manaus - Ao completar 20 anos de labuta teatral no estado do Amazonas, a Companhia de Teatro Apareceu a Margarida promove a estreia do mais novo espetáculo de seu repertório, ‘O Rapto das Cebolinhas’, da lendária dramaturga para a infância, Maria Clara Machado. O palco escolhido para a comemoração é o Teatro Amazonas, no dia 15 de outubro de 2018, às 19h. Os ingressos poderão ser adquiridos aos preços de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada).

    A ideia de montar o espetáculo ocorreu no início do ano, quando o grupo fazia laboratórios cênicos para a escolha de novas peças para seu repertório. ‘Iríamos montar outra obra, mas depois averiguamos e Maria Clara Machado sempre é sinônimo de um bom teatro para as crianças e jovens do Brasil’, destacou Michel Guerrero, ator, diretor e produtor.

    Com a escolha, a Cia. Apareceu a Margarida resolveu estender a homenagem à autora batizando o projeto de ‘Tetralogia da Infância no Tablado: 100 anos de Maria Clara Machado’, em que a cada ano será montada uma obra da dramaturga, de 2018 até 2021, quando ela completaria 100 anos, se estivesse viva.

    O RAPTO

    O Coronel Felício cultiva em seu sítio três preciosos pés de cebolinhas da Índia. Quem toma o chá destas cebolinhas tem garantia de vida longa e alegria. Uma delas é roubada da horta e o Coronel contrata o Detetive Camaleão Alface para descobrir o ladrão. A cebolinha roubada é uma espécie famosa, das Índias, cujo chá é capaz de rejuvenescer, desde que preparado da forma correta.

    O dono das cebolinhas vive nesta fazenda com a gata Florípedes e o cachorro Gaspar. Seu netos, Maneco e Lúcia, também vivem neste lugar, antes de uma tranquilidade tamanha. Quando o coronel decide ir à cidade contratar um detetive, aparece o senhor Camaleão Alface, especialista com diploma americano, estrela de xerife, que se encarrega do caso. E monta guarda à noite, para pegar o ladrão. Reviravoltas, música, diversão e confusão para achar o verdadeiro ‘raptor’ das incríveis cebolinhas.

    O novo espetáculo da Cia. Apareceu a Margarida tem a direção e produção executiva de Michel Guerrero, que conta no elenco, além de Guerrero como Camaleão Alface, com os artistas Nivaldo Mota (Coronel), Diogo Ramon (Maneco), Aline Guedes (Lúcia), Branco Souza (Cachorro e Sapo), Márcia Siqueira (Gata), Lívia Prado (Tia Maria Clara) e Marcos Paiva (Médico).

    Na ficha técnica, Carlinhos Bandeira e Lívia Prado (Arranjos e Trilha Sonora); Douglas Rodrigues (Cenários e Operação de Iluminação); Lívia Prado (Figurinos), Michel Guerrero (Maquiagem e Iluminação) e Dione Maciel (Costureira). A peça ‘O Rapto das Cebolinhas’ tem o apoio cultural da Federação de Teatro do Amazonas (Fetam), Associação dos Artistas Cênicos do Amazonas (AACA), Academia Atala, Restaurante Piaf e Rádio Mix. Mais informações pelo contato 99331-7090.

    Leia mais:

    Musical com canções de Odair José chega ao Teatro Amazonas

    Sesc abre inscrições para oficina de palhaços com companhia de SP

    Solo inspirado em obra de Clarice Lispector é encenado em Manaus

    Comentários