Fonte: OpenWeather

    nova plataforma


    Confirmado: Streaming Disney+ chega no Brasil em novembro

    O Disney Plus vai reunir produções da Pixar, Marvel, Star Wars e National Geographic na América Latina

    No catálogo da plataforma estão clássicos, como “A Branca de Neve” e “Cinderella”, sucessos contemporâneos, como os novos filmes da saga “Star Wars”
    No catálogo da plataforma estão clássicos, como “A Branca de Neve” e “Cinderella”, sucessos contemporâneos, como os novos filmes da saga “Star Wars” | Foto: Núcleo Disney

    A Disney anunciou, nesta terça-feira (18), a data do início dos serviços de streaming da marca, o Disney+, no Brasil: Será em 17 de novembro e chega com um catálogo original e que vai bater de frente com a Netflix, o Amazon Prime Video e a HBO Go. Haverá produções originais exclusivas, tornando-se a única plataforma de streaming onde estarão todos os filmes disponíveis de Disney, Pixar, Marvel e Star Wars. 

    Os valores das assinaturas ainda não foram divulgados e nem como funcionarão os pacotes, caso existam.

    No catálogo da plataforma estão clássicos, como “A Branca de Neve” e “Cinderella”, sucessos contemporâneos, como os novos filmes da saga “Star Wars” e a gravação oficial do musical da Broadway “Hamilton”, estrelado por Lin-Manuel Miranda, produção que alavancou em 74% as assinaturas do Disney+ no final de semana na Europa e Estados Unidos, onde o serviço já  existe.

    todos os clássicos animados da Disney estarão juntos pela primeira vez em um único e exclusivo destino. A proposta de entretenimento será complementada por uma oferta robusta de séries e filmes originais do Disney+, um selo de produção própria, com uma variedade de títulos que podem ser vistos apenas em nossa plataforma, bem como conteúdo original produzido localmente em vários países da região para os mais diversos públicos”, disse Diego Lerner, presidente da The Walt Disney Company Latin America

    Leia mais

    Confira a lista dos filmes que retornam aos cinemas brasileiros

    Artista faz ilustrações amazônicas à base de monóxido de carbono

    Comentários