Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Bebê de 7 meses é estuprada dentro de motel na Zona Leste

    A equipe de investigação da especializada aguarda apenas o laudo por escrito dos peritos - Arthur Castro

    Um crime hediondo ocorreu na tarde desta quinta-feira (31) quando uma bebê de 7 meses foi estuprada dentro de um motel, localizado no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus. Segundo testemunhas, um casal entrou no local e a mãe carregava a criança no colo. Os dois pediram um quarto e minutos depois os funcionários acionaram a polícia após ouvirem o choro e os gritos da criança dentro do cômodo.

    Leia também: Mulher com bebê morto na barriga espera por cirurgia há dois dias em Manaus

    De acordo com informações preliminares da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), a mãe da bebê tem 24 anos e estava com o suposto namorado dela - um peruano de 45 anos - no motel. Uma camareira passou pelo corredor e ouviu o choro desesperado da criança e acionou os demais funcionários, que chamaram a policia.

    A ocorrência foi atendida por policiais da 16ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que abordaram o casal ainda no quarto do motel e o levou até a sede da especializada, no Planalto, Zona Centro-Oeste. A criança estava sem calcinha ou fralda e possuía marcas de violência pelo corpo.

    A bebê foi levada para fazer exames no Instituto Médico Legal (IML) e, no início da noite, um laudo preliminar apontou indícios de que houve o crime de estupro. A equipe de investigação da especializada aguarda apenas o laudo por escrito dos peritos. O casal foi detido imediatamente e vai responder pelo crime de estupro de vulnerável e maus tratos por exposição da criança ao risco. Os suspeitos não quiseram falar com a imprensa e o motel ainda não se pronunciou sobre o caso.

    A reportagem soube que a camareira, que ouviu os gritos da criança e fez a denúncia, estava aguardando o gerente do estabelecimento chegar à delegacia. Ela será ouvida ainda nesta noite pela equipe de investigação.

    Bruna Chagas
    EM TEMPO

    Leia mais:

    Uma em cada cinco mulheres fará um aborto até os 40 anos, indica pesquisa

    Mãe que teve bebê jogado no rio Negro é presa novamente

    Jovem é suspeita de simular gravidez e até festa de bebê para se vingar de ex

    CIDADANIA - ELEIÇÕES 2018

    Comentários