Fonte: OpenWeather

    Concurso Público


    Prorrogado prazo de inscrição para o concurso do Iphan

    São 411 vagas, distribuídas em todo o país. As provas objetivas e discursivas serão realizadas no dia 26 de agosto de 2018

    A organizadora do concurso é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).
    A organizadora do concurso é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). | Foto: Reprodução/Pixbay

    O prazo de inscrição no concurso do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) foi prorrogado até o dia 16 de julho de 2018. Com a alteração, a data final para o pagamento da taxa de inscrição é 6 de agosto. São 411 vagas, distribuídas em todo o país, sendo 104 para Analista I, 176 para Técnico I e 131 para Auxiliar Institucional.

    A taxa de inscrição para o concurso é de R$ 84,00 (médio/técnico) e R$ 117,00 (superior). As provas objetivas e discursivas serão realizadas na data provável de 26 de agosto de 2018.

    Leia também: Exército abre mais de cem vagas para Minas e outros três estados

    A organizadora do certame é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). No site da banca é possível acessar o edital e obter outras informações http://www.cespe.unb.br/concursos/iphan_18/

    Atuação do Iphan

    O quadro técnico do Iphan – distribuído entre a sede em Brasília, 27 superintendências estaduais, 37 escritórios técnicos, incluindo os Parques Históricos Nacionais e seis unidades especiais – é responsável por uma ampla gama de atribuições constitucionais e legais, como identificação, reconhecimento, salvaguarda e fiscalização do Patrimônio Cultural Nacional.

    O órgão também é responsável pela proteção dos Sítios Arqueológicos e Reservas Técnicas, preservação de acervos documentais e bibliográficos, identificação da diversidade linguística, gestão do Patrimônio Genético, execução de projetos e obras de intervenção em bens e conjuntos tombados, gerenciamento dos programas PAC das Cidades Históricas e Agora é Avançar, aprovação, fiscalização e apuração de prestação de contas de Convênios e processos de Lei de Incentivo à Cultura, ações educativas, assistência técnica e monitoramento do Patrimônio Mundial, e definição da Política de Patrimônio Cultural no Brasil.

    Com informações da assessoria* 

    Leia mais:

    Está precisando de estágio? Itaú oferece mais de mil vagas

    Ampa oferece vaga de Educador Ambiental para trabalhar em Manaus

    Ampa oferece vaga de Educador Ambiental para trabalhar em Manaus

    Comentários