Fonte: OpenWeather

    Economia


    Renovação do auxílio emergencial entra nos planos de Bolsonaro

    Para a renovação do auxílio, Bolsonaro deve aprovar a PEC Emergencial

    O texto original da PEC institui mecanismos de ajuste fiscal, caso as operações de crédito da União excedam a despesa de capital | Foto: Divulgação

    O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, é a favor da renovação do auxílio emergencial. Porém, o presidente avalia que, para a iniciativa, o valor deve estar dentro do Orçamento.

    De acordo com interlocutores do governo, ouvidos pelo Valor Econômico, Bolsonaro não quer romper com o planejamento do Ministro da Economia, Paulo Guedes, promovendo uma flexibilização do teto de gastos para pagar o benefício.

    Para a renovação do auxílio, Bolsonaro deve aprovar a PEC Emergencial, ou mais conhecida como PEC dos gatilhos, a fim de abrir espaço no orçamento.

    O texto original da PEC institui mecanismos de ajuste fiscal, caso as operações de crédito da União excedam a despesa de capital.

    A PEC Emergencial também modifica limites para gastos com pessoal e proíbe que novas leis autorizem o pagamento retroativo desse tipo de despesa, segundo divulgado pela Agência Senado.

    *Com informações da ISTO É

    Comentários