Fonte: OpenWeather

    NutriSus


    Crianças recebem reforço nutricional em creches municipais

    O reforço nutricional para a alimentação infantil foi realizada para alunos de seis creches da rede municipal e começou a ser feito para o primeiro semestre deste ano

    Abertura do primeiro Ciclo da Estratérgia NutriSus Creche Municipal Gabriel Correia | Foto: Marinho Ramos/Semcom

    Manaus - A abertura do primeiro ciclo da Estratégia NutriSUS aconteceu na manhã desta sexta-feira (13), na Creche Municipal Gabriel Correa Pedrosa, na Rua Sebastião Romano, 2.246, Conjunto Rio Xingu, Compensa. 

    A ação faz parte da Estratégia de Fortificação de Micronutrientes em pó, do Ministério da Saúde (MS), e é realizado pela Prefeitura de Manaus, por intermédio da secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com apoio da Secretaria Municipal Educação (Semed).

     Leia também: Zona Leste recebe ação itinerante 'Prefeitura + Presente' neste sábado

    O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi considera que a importância da Estratégia NutriSUS reside no fato de que o reforço resulta  na diminuição de carências nutricionais e anemia para crianças de 6 a 48 meses, por meio da suplementação da alimentação escolar com micronutrientes.

    “Esse objetivo está perfeitamente alinhado às nossas estratégias de saúde aplicadas nas creches do município, conforme orientação do prefeito. A meta é alcançar, cada vez mais, um número maior de crianças para que elas cresçam saudáveis e bem nutridas”, disse Magaldi.

    Cada sachê NutriSUS contém 1 grama e é composto por 15 micronutrientes, entre eles, as vitaminas A, D, E, B1, B2, B6, B12, Niacina, Ácido Fólico, Zinco, Ferro, Cobre, Selênio e Iodo. O suplemento é uma mistura de vitaminas e minerais em pó, para ser adicionado à merenda escolar.

    Segundo a nutricionista, mestre em ciência de alimentos e apoiadora técnica da ação, Eliana Rodrigues em 2018 o NutriSUS pretende focar em crianças com risco de sobrepeso, sobrepeso e obesidade.

    “Realizamos duas avaliações antropométricas e hematológicas, em momentos diferentes, das crianças participantes do programa em 2017 e constatamos que 65,5% apresentam sobrepeso, risco ou obesidade. A partir destes números, voltamos a atenção do NutriSUS para estas crianças, promovendo uma melhor qualidade alimentícia nas creches municipais da cidade”, disse Eliana.

    Mesmo participando oficialmente do programa em 2018, a Creche Municipal Gabriel Correa Pedrosa já recebia os kits nutricionais desde meados de 2017. A gestora da unidade, Edinelza César Correa, conta que a diferença na participação dos alunos e no estado de saúde é notável.

    “O NutriSUS chegou ano passado e já foi muito bom para as nossas crianças, porque nós verificamos que elas adoeceram menos. Temos muita satisfação em fazer o lançamento aqui e mostrar para os pais e para comunidade o que é o programa. A coroação acontece quando as crianças adoecem menos, evitando transtornos para a família como faltar ao trabalho, por exemplo”, declarou.

    Na opinião da mãe do aluno Kaleb Fadul, 3, Charliny Fadul, 30, cujo filho estuda desde os 11 meses na creche, a diferença no dia a dia e no apetite dele já é notável.

    “Desde que começou aqui na creche, eu autorizei que meu filho participasse e eu percebi que até o apetite dele aumentou”, observou.

    Administração dos Sachês

    O esquema de administração dos micronutrientes em pó consiste em dois ciclos de intervenção. A administração é de um sachê ao dia, de segunda a sexta-feira, durante 12 semanas, para uma pausa por três a quatro meses. A criança que faltar à creche deve continuar a receber o sachê, continuamente, seguindo o ciclo de intervenção.

    O produto é administrado por via oral e não há necessidade de adicionar mais de um sachê por dia. O conteúdo é adicionado à alimentação pronta servida à criança, em alimentos como arroz, feijão, papas, purês e cremes.

    Marcelo Magaldi lembra que a criança que recebe o sachê de micronutrientes na creche não precisa receber os suplementos de ferro e vitamina A, para fins preventivos, distribuídos na Unidade Básica de Saúde (UBS).

    A fortificação com o sachê de micronutrientes tem boa aceitação, não altera o sabor, cor e textura dos alimentos. A equipe de saúde vinculada à creche do PSE supervisiona, de forma compartilhada, a administração dos sachês na creche, além de registrar a suplementação com sachês na caderneta da criança.

    As equipes distritais responsáveis pelo PSE/NutriSUS participam ativamente de todo o processo de implantação, monitoramento e avaliação da estratégia. A Semsa está trabalhando para aprimorar o processo monitoramento e avaliação da Estratégia NutriSUS.

    Ao longo do ano, as equipes de saúde realizarão a avaliação nutricional, análise bioquímica (hemograma) e avaliação do crescimento e desenvolvimento de todas as crianças suplementadas nas creches. As informações serão inseridas no e-SUS, que é o sistema de informação utilizado pelas equipes de Saúde da Atenção Primária.

    No ano passado, 669 crianças participaram do NutriSUS, em creches de Manaus, sendo 368 no 1º semestre, e 301 no 2º semestre.

    Creches Municipais participantes da Estratégia

    A suplementação da alimentação infantil será realizada nas seguintes creches municipais:

    1. Creche Municipal Gabriel Corrêa Pedrosa, na Rua Sebastião Romano, nº2-246, Conj. Rio Xingu, Bairro Compensa

    2. Creche Municipal Prof.ª Eliana de Freitas Moraes, na rua 16 de Agosto, s/n. Riacho Doce III. Bairro Cidade Nova

    3. Creche Municipal Maria Ferreira Bernardes, na rua Fazendinha, s/n. Comunidade Fazendinha. Cidade Nova

    4. Creche Municipal Escritor Manuel Octávio Rodrigues de Souza, Av. Solimões, c/ rua 17, s/n. Loteamento Jardim Mauá. Distrito Industrial

    5. Creche Municipal Prof. Virgínia Marília Mello de Araújo, na rua Carnaúba, s/n. Gilberto Mestrinho Leste II

    6. Creche Municipal Magdalena Arce Daou, na rua Prof. Carlos Mesquita, s/n. Santa Luzia

    Leia mais: 

    Operação retira 12 veículos deixados nas ruas das zonas Norte e Leste

    Ouvidoria Cidadã promove ação no estacionamento da Aleam

    Buraco se abre na avenida Maceió. Equipes da Manaus Ambiental no local

    Comentários