Fonte: OpenWeather

    Mistério


    Vendedora de sucos desaparece após levar rancho para marido preso no Compaj

    A jovem está desaparecida desde o dia 28 de novembro

    Andreza desapareceu após levar um rancho ao marido, preso no regime fechado do Compaj
    Andreza desapareceu após levar um rancho ao marido, preso no regime fechado do Compaj | Foto: Divulgação

    “Estamos desesperados em busca da Andreza”, afirmam familiares da autônoma Andreza Castilho de Souza, de 22 anos, desaparecida desde a manhã da última terça-feira (28), após levar um rancho para o marido, identificado até o momento como Julio, que está preso no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no Km 8 da BR-174 (Manaus-Boa Vista).  

    De acordo com um familiar de Andreza, que não quis de identificar, a jovem sempre ia visitar o marido na penitenciária e tinha boa relação com funcionários do local e também com familiares de outros presos. “Ela era uma moça muito prestativa. Nunca teve problemas ou desavenças com outras esposas ou presos no Compaj”, afirma.

    Leia também: Corpo do traficante 'Billy' é encontrado sem cabeça no Viver Melhor

    Andreza trabalhava como vendedora de sucos e lanches no Centro de Manaus, Zona Sul. Um dos familiares da vítima conta, ainda, que todo o dinheiro obtido com as vendas era utilizado para sustentar os três filhos do casal, além de ajudar na compra de mantimentos que eram enviados para o marido. As crianças foram deixadas com a mãe da moça.

    A moça não foi vista desde o momento em que saiu do Compaj
    A moça não foi vista desde o momento em que saiu do Compaj | Foto: Janailton Falcão

    “Ela tem três filhos, sendo uma menina de oito anos e dois bebês, um de dois anos e outro de apenas um ano, este último ainda mamava no peito. Eles choram muito procurando pela mãe deles e nós não sabemos o que falar para eles”, lamenta um dos familiares.  

    Buscas

    Ainda segundo a família, o caso foi registrado na Delegacia Geral, informando que Andreza estava desaparecida, porém, até o momento, não receberam informações a respeito das buscas pela moça. “Fomos até à polícia e eles dizem que devemos procurar o corpo de bombeiros, mas ninguém se posiciona e enquanto isso o tempo vai passando”, denuncia. 

    Na manhã deste último domingo (03), familiares e amigos da vítima fizeram um protesto em frente ao Compaj, como forma de trazer mais visibilidade para o caso. A família já tentou realizar buscas no perímetro rual do presídio, mas não obteve nenhum resultado.

    Familiares em protesto pelo desaparecimento de Andreza Castilho
    Familiares em protesto pelo desaparecimento de Andreza Castilho | Foto: Divulgação

    Quem tiver informação a respeito do paradeiro da moça, pode entrar em contato com a polícia no 190. 

    A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que o desaparecimento de Andreza foi registrado na última terça e que uma equipe da Delegacia Especializada em Ordem Política e Social (Deops) investiga o caso.  

    Seap 

    Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que, na última terça-feira (28), Andreza Castilho de Souza realizou entrega de material no regime fechado do Compaj, tendo sido registrada a sua entrada na unidade às 08h07 e a saída às 09h58.

    A Seap ressalta que os dias de entrega de materiais de higiene, limpeza e alimentação ocorrem de terça a quinta nas unidades. "Os visitantes não têm acesso aos pavilhões e nem registram contato com os detentos nesses dias. A entrega dos materiais acontece na área administrativa, distante do acesso à carceragem das unidades", diz um trecho da nota.

    A Seap explica ainda que "a entrada dos familiares para a entrega de materiais é autorizada perante a apresentação biométrica dos cadastrados, sistema esse que monitora e armazena o horário de entrada e saída de todos que circulam nas unidades prisionais", conclui o comunicado divulgado pela assessoria da Seap.

    Editado: Isac Sharlon

    Leia mais: 

    Casal teria sido sequestrado no Bairro da União e família pede ajudaGarota de programa é esfaqueada por cliente após ser acusada de roubo em ManausPolícia Civil prende três envolvidos na morte de casal sequestrado em Manaus

    Comentários