Fonte: OpenWeather

    Investigação


    É grave o estado de saúde da mulher supostamente jogada de apartamento no Viver Melhor

    A irmã da cunhada da vítima, que estava no apartamento, é a principal suspeita de autoria do crime

    A mulher foi, supostamente, jogada do 4º andar de uns dos apartamentos do residencial | Foto: Raphael Tavares

    A jovem de 20 anos que, supostamente, foi jogada pela janela do quarto andar de um apartamento na 2ª etapa do Residencial Viver Melhor, no bairro Lago Azul, na Zona Norte de Manaus, está internada em estado grave na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, Zona Leste. Uma mulher foi presa por suspeita de autoria do crime.

    Leia também: Polícia investiga se mulher caiu ou foi jogada de prédio em Manaus 

    O fato aconteceu na noite dessa terça-feira (5), por volta das 18h30. Segundo um tenente da 26ª Companhia Comunitária (Cicom), que pediu para ter a identidade preservada, a vítima estava com uma outra pessoa dentro do apartamento quando, supostamente, foi jogada pela janela do quarto. A altura que a mulher caiu é de aproximadamente 8 metros, segundo informou a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam). 

    "Ela passará, nesta manhã, por procedimento para controle da pressão intracraniana", informou o boletim médio divulgado pela Susam.

    No apartamento, segundo a polícia, há sinais de que houve uma briga, pois vários objetos estavam bagunçados e fora do lugar. Porém, para a Polícia ainda não está evidente se a mulher foi jogada ou se pulou para fugir de algum tipo de agressão.

    A vítima está internada em estado grave na UTI do João Lúcio
    A vítima está internada em estado grave na UTI do João Lúcio | Foto: Raphael Tavares

    Segundo moradores do local, a vítima estava dando uma festa no apartamento, que teve início por volta das 12h dessa terça-feira (5), e a tarde foi possível ouvir gritos, que vinham de dentro do apartamento.

    De acordo com a delegada Rita Tenório, titular do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), uma mulher identificada como Ana Caroline de Lima Pinheiro, de 34 anos, que, supostamente, seria irmã da cunhada da vítima, foi presa em flagrante, por policiais militares da 26° Cicom, por homicídio tentado contra uma jovem no residencial.

    Conforme a delegada, a vítima e a suspeita estavam bebendo na casa da jovem, quando começaram uma discussão. Na delegacia, uma testemunha relatou em depoimento que viu as duas travando uma luta corporal e em seguida Ana Caroline empurrou a vítima do apartamento.

    Ana foi autuada em flagrante por homicídio tentado. Ao término dos procedimentos no 26º DIP, a mulher será encaminhada para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis.

    Edição: Isac Sharlon

    Leia mais:

    Corpo é encontrado em ramal com pés e mãos amarrados

    Operação 'Impacto de Segurança' caça homicidas, traficantes e assaltantes

    Remanejamento do Bolsa Universidade termina nesta quarta-feira

    Comentários