Fonte: OpenWeather

    Rumores


    Rebelião com reféns e tiros no Dagmar Feitosa é desmentida pela polícia

    Segundo a polícia e a Sejusc, ocorreu apenas um "batidão de grades", porém as causas ainda estão sendo apuradas

    Homens da Rocam e da Força Tática estiveram no local mas não foi necessidade de ocupação | Foto: Arquivo EMTEMPO

    Começou a circular na tarde desta quarta-feira (6) uma informação de que internos do Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa, localizado na rua Vivaldo Lima, bairro Alvorada, na Zona Centro-Oeste, estariam realizando uma rebelião com reféns e teria ocorrido troca de tiros no local.

    Porém, a informação foi desmentida pela polícia e a assessoria da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc).

    Segundo a Sejusc, por volta das 16h desta quarta-feira (6), ocorreu um "batidão de grades”, mas ainda não se sabe qual o motivo e as reivindicações dos internos. 

    Leia também: Operação prende 23 suspeitos na Zona Sul, palco de guerra do tráfico há um mês

    Cerca de 34 internos fugiram no último mês de agosto
    Cerca de 34 internos fugiram no último mês de agosto | Foto: Elias Pedroza

    Duas viaturas da Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) e uma da Força Tática estiveram no local, porém não houve necessidade de atuação dos policias dentro do Centro Socioeducativo.

    Fuga

    No dia 7 de agosto deste ano, 34 internos fugiram do Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa. A fuga ocorreu durante as aulas do Ensino de Jovens e Adultos (EJA). Após arrobarem as portas das salas, os jovens fizeram um buraco no muro dos fundos da instituição. Do total de foragidos, apenas nove dos internos não foram capturados. 


    Edição: Sídia Ambrósio

    Leia mais: 

    É grave o estado de saúde da mulher supostamente jogada de apartamento no Viver Melhor

    Corpo é encontrado em ramal com pés e mãos amarrados

    Ex-presidiário morre em hospital após ser baleado em banca de churrasco no Viver Melhor

    Comentários