Fonte: OpenWeather

    Crueldade


    Caseiro é encontrado morto e amarrado em coqueiro em sítio da BR-174

    O crime é investigado pela Polícia Civil

    A suspeita é que o crime tenha sido cometido por um grupo criminoso | Foto: divulgação

    Manaus - Com as mãos e os pés amarrados em um coqueiro, o corpo do caseiro Emiliano Souza de Souza, de 37 anos, foi encontrado na noite dessa quinta-feira (11), no sítio onde trabalhava, no ramal dos Bandeirantes, localizado no km 23 da BR-174, Zona Rural de Manaus. 

    De acordo com a polícia, Emiliano foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte). A suspeita é que o crime tenha sido cometido por um grupo criminoso. Foram roubados do local dois televisores de 20 polegadas, dois aparelhos de DVDs, seis ventiladores, uma geladeira, uma botijas de gás, panelas e roupas, tanto da vítima, quanto dos proprietários do sítio.  

    Leia também: Explosão de botija de gás deixa um morto e dois feridos em Manaus

    Os objetos foram roubados de duas casas que existem no sítio, uma dos proprietários e a outra da vítima. O corpo do caseiro foi encontrado por uma filha dos donos do sítio. Ela estava no local para colher frutas, quando se deparou com a vítima ensanguentada e amarrada na árvore. 

    Uma familiar informou à polícia que Emiliano trabalhava como caseiro há dois anos. A última vez que ele foi visto pelos familiares foi no Natal, onde se reuniu com os parentes. 

    A vítima deixou três filhos, sendo uma menina de quatro anos e dois meninos de sete e nove anos. A Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) investigará o caso. 

    Edição: Isac Sharlon

    Leia mais

    Casal é preso por roubar casas em sítio no ramal do Brasileirinho

    Corpos fuzilados na BR-174 são identificados por familiares em Manaus

    Idosa de 83 anos foi agredida e amarrada antes de ser morta em Manaus


    Comentários