Fonte: OpenWeather

    Pena ampliada


    Guerrero está fora da Copa e não deve mais jogar pelo Flamengo

    Pena do atleta foi ampliada para 14 meses e tira o jogador do mundial, em junho. Contrato com o Flamengo acaba em agosto.

    Guerrero posou na manhã desta segunda-feira para fotos para a Federação Peruana. | Foto: Reprodução

    Manaus - O jogador peruano Paolo Guerrero está fora da Copa do Mundo após decisão do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), na Suíça, de ampliar a pena para 14 meses de suspensão por doping. A decisão, em última instância, é definitiva e não cabe recurso. 

    Como já cumpriu seis meses de suspensão, Guerrero poderá a voltar a jogar em oito meses. Com isso, o atacante só poderá entrar em campo novamente a partir de 2019. O contrato com o Flamengo acaba no dia 10 de agosto o que impossibilitaria que o jogador voltasse a disputar partidas pelo Flamengo.

    Leia também: Quais serão os escolhidos de Tite para a Copa?

    No domingo (13), após marcar um gol na derrota por 3 a 2 para a Chapeconese, Guerrero reiterou sua inocência e disse, em entrevista, que confiava na Justiça. "Sou inocente, não fiz nada. Não podem deixar um jogador que não fez nada sem jogar. Não podem tirar minha felicidade de jogar futebol. Estou confiante porque acredito na Justiça".

    Ainda sem saber da punição, Guerrero posou na manhã desta segunda-feira (14) para fotos da Federação Peruana prevendo a participação na Copa do Mundo.

    Relembre o caso

    Guerrero foi suspenso provisoriamente por 30 dias em novembro de 2017 após um exame antidoping realizado no confronto entre Argentina e Peru, pelas Eliminatórias da Copa, um mês antes, apontar presença da substância benzoilecgonina, principal metabólito da cocaína. O jogador e a defesa alegam que houve contaminação em um chá tomado no período da concentração.

    Guerrero desfalcou o Peru na repescagem para o Mundial da Rússia - mesmo sem o principal jogador em campo, o país selou o retorno à competição após 36 anos ao superar a Nova Zelândia.

    Punido em um primeiro momento por seis meses, Guerrero voltou a jogar no dia 6 deste mês, apenas três dias após ser julgado em última instância pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), em Lausanne, na Suíça. Ele participou de três jogos do Flamengo neste período, contra Inter, Ponte Preta e Chapeconese. Nesse domingo, diante da equipe catarinense, marcou um gol.

    Leia mais:

    História das Copas: Mussolini e a Copa do Mundo de 1934

    Copa do Mundo: Chegou a hora das apostas digitais

    Agenda de churrascos: veja datas dos jogos do Brasil na Copa 2018

    Comentários