Fonte: OpenWeather

    infecções por vírus


    Veja formas de evitar as viroses típicas do período

    Especialista do Hapvida dá dicas de como se prevenir para evitar viroses que afetam boa parte da população amazonense nesta época do ano

    Saiba como evitar uma virose e seus sintomas. | Foto: Divulgação

    Manaus - As mudanças repentinas de temperatura nesta época do ano e a permanência por períodos prolongados em ambientes com pouca circulação de ar são fatores que aumentam a exposição da população a infecções por vírus, como as famosas “viroses”, que podem ser adquiridas por diversas maneiras.

    Apesar de assustar muito a população, especialistas afirmam que essas viroses são, em regra, benignas, autolimitadas e combatidas pelo próprio corpo dependendo da imunidade, com muito repouso, líquido para não desidrata e a alimentação balanceada. Por causa dessas características, a maioria dos casos requer apenas tratamento sintomático, sem a necessidade de recorrer a uma unidade de saúde.

    Leia também: Música pode potencializar tratamento contra hipertensão, diz estudo

    De acordo com o médico intensivista do Hapvida, Mauro Lippi, o contato com o vírus é difícil não ter, pois somos expostos ao contato direto com as coisas do cotidiano, como maçaneta, um corrimão e também em meio as outras pessoas que estão tossindo ou espirrando. "O que pode ser feito para tentar evitar a infecção é lavar bem as mãos, que diminui as chances de ter o contato com o vírus, mantendo uma imunidade boa e para isso temos que dormir bem, nos alimentarmos bem para assim evitar uma virose", afirma Lippi.

    O tratamento normalmente consiste em tratar e minimizar seus sintomas, normalmente envolve remédios para redução da febre e melhora da dor, além de orientações gerais de saúde. Os sintomas mais comuns das viroses gastrointestinais são febre, diarreia, vômito e dor abdominal, enquanto as viroses respiratórias apresentam febre, coriza, espirros e, às vezes, dores no corpo.

    Além do tratamento para os sintomas, cuidados em casa podem ajudar os sintomas a serem aliados mais rapidamente, pois auxiliam no funcionamento do sistema imunológico. Entre eles estão hidratação constante, repouso, alimentação saudável e leve e o uso dos medicamentos indicados pelo médico.

    Devemos também tomar alguns cuidados para evitar o contágio a outras pessoas, como evitar ir a locais com muitas pessoas para evitar a transmissão, como escola, trabalho, transporte público, e etc, evitar compartilhar talheres e copos com pessoas de casa, em casos de pessoas com diarreia e vômitos, é importante a reidratação com soro caseiro, que além de repor os líquidos também traz minerais que costumam ser perdidos nesses quadros.

    "Na maioria dos casos de virose as vezes os sintomas podem ser simples e não levam a pessoa ao hospital. Neste casos a busca deve ser ao pronto atendimento, no qual o médico pode passar as orientações para o paciente se tratar em casa. Já os pacientes com sistema imunológico mais fragilizado, como crianças, idosos, pessoas com HIV e que passam por quimioterapia também devem buscar um médico, no hospital ao apresentarem sintomas típicos de viroses, como febre, vômito e diarreia", declara o médico intensivista, Mauro Lippi.

    Edição: Lívia Nadjanara

    Leia mais:

    Profissão de esteticista recebe regulamentação federal

    Leite de soja da Amazônia 24 mil famílias serão beneficiadas

    Música pode potencializar tratamento contra hipertensão, diz estudo

    Comentários