Fonte: OpenWeather

    Astronomia


    Saiba mais sobre os planetas mercúrio e vênus

    Mercúrio é o primeiro planeta do sistema solar a partir do sol. É o menor dos planetas. Já o planeta Vênus, na terra, pode ser visto ao amanhecer, motivo pelo qual ficou conhecido como estrela matutina ou estrela d’alva

    Os dois planetas receberam os nomes em homenagem a deuses antigos | Foto: Divulgação

    Manaus - Mercúrio é o primeiro planeta do sistema solar a partir do sol. É o menor dos planetas com um diâmetro de cerca de 4.878 Km. proximadamente 40% menor que a Terra.

    Recebeu esse nome em função de seu movimento rápido em torno do sol, uma vez que Mercúrio era, na mitologia grega, o mensageiro dos deuses por ser o mais rápido entre todos os seres do mundo.

    Girando ao redor do Sol à uma velocidade média de 47,87 Km/s, Mercúrio leva 88 dias terrestres para completar sua órbita. Seu movimento de rotação é feito em 59 dias terrestres, ou seja, 1,5 voltas em torno do próprio eixo em relação ao movimento de translação (ao redor do Sol).

    Leia também: Astrônomos encontram 12 novas luas ao redor de Júpiter

    O dia solar do planeta equivaleria a 173 dias terrestres. Considerando que o eixo de Mercúrio é perpendicular ao plano de órbita, não apresenta estações do ano. Alguns locais de sua superfície não recebem luz do sol.

    A atmosfera de Mercúrio é basicamente composta por árgon, néon e hélio e apresenta uma pressão muito baixa, cerca de um bilhão de vezes menor do que a da Terra ao nível do mar.

    As altas temperaturas, em razão da proximidade com o sol, fazem com que esses átomos se dispersem pelo espaço, o que tem como consequências: o pequeno índice de erosão hídrica e eólica, a baixa proteção da atmosfera frente a meteoritos e a incapacidade de se conservar as médias térmicas.

    Por conta desse último fator, as temperaturas no planeta Mercúrio variam entre 330 ºC e -170 ºC durante a noite.

    Mercúrio apresenta temperatura máxima que pode atingir 350°C (parte iluminada pelo Sol) e temperatura mínima (parte não iluminada pelo Sol) que chega a -170°C, considerado um dos planetas mais quentes do sistema solar.

    É considerado o planeta mais denso do sistema solar, uma vez que seu núcleo é constituído por ferro, com uma parte líquida e outra sólida.

    Vênus

    Vênus é o segundo planeta do sistema solar, após Mercúrio, e recebeu esse nome em honra à deusa romana do amor. É o equivalente à deusa grega Afrodite. É chamado de planeta-irmão da Terra, considerando seu diâmetro, massa e composição. Porém, para por aí. Sua órbita é uma elipse com excentricidade menor que 1%. Ou seja, é quase circular.

    Possui um diâmetro de cerca de 12.104 Km (Terra = 12.742 Km). Completa uma volta em torno do sol (translação) em 225 dias terrestres e uma volta em torno do próprio eixo (rotação) em 243 dias terrestres, porém, em sentido contrário aos demais planetas. Tal qual Mercúrio, não possui satélites.

    Na Terra, pode ser visto ao amanhecer, motivo pelo qual ficou conhecido como estrela matutina ou estrela d’alva e ao entardecer, estrela vespertina ou estrela do pastor.

    Por todo esse motivo, Vênus sempre foi um dos corpos celestes mais conhecidos desde a antiguidade. Os maias chegaram a elaborar um calendário religioso em honra à Vênus.

    Sua atmosfera tem uma pressão 90 vezes superior à da Terra. É composta na maior parte por dióxido de carbono (97%) numa extensa nuvem que atinge a mais alta atmosfera e impede a luz solar de chegar ao solo, mantendo a luz solar em torno do planeta, motivo pelo qual vemos Vênus tão brilhante. A temperatura em sua superfície é de cerca de 480° C.

    Em 1961, o astrônomo americano Carl Sagan propôs pela primeira vez um plano de terraformação de Vênus. Terraformação é processo de engenharia planetária com fins de alteração de todo o sistema de clima de um planeta de modo a criar um ambiente propício aos seres humanos.

    Considerando que Vênus possui uma atmosfera composta em 97% de dióxido de carbono e que algas cianofíceas de nossos oceanos se alimentam desse dióxido de carbono e devolvem oxigênio para a atmosfera, Sagan propôs o bombardeio de Vênus com misseis portando algas cianofíceas que explodiriam ao contato com a atmosfera do planeta.

    Em seu laboratório foi construída uma maquete com as mesmas condições de Vênus. Seu plano funcionou.

    Leia mais

    O uso da astronomia no desenvolvimento das civilizações

    Confira o planeta que irá reger 2018 e a previsão para cada signo

    Sol: a estrela do nosso sistema solar

    CIDADANIA

    Comentários