Fonte: OpenWeather

    opinião: cristina monte


    Você conhece a si mesmo?

    Analista, executor, comunicador ou ainda planejador. Quatro são os perfis que definem a sua personalidade. Você sabe o seu?

    A jornalista Cristina Monte lembra que autoconhecimento é um dos instrumentos mais importantes principalmente no mercado de trabalho
    A jornalista Cristina Monte lembra que autoconhecimento é um dos instrumentos mais importantes principalmente no mercado de trabalho | Foto: Arquivo Pessoal

    Manaus - Você sabe qual é o seu perfil comportamental? Você é extrovertido e fala bastante ou é observador e introspectivo? Detalhista, preocupado ou gosta de ajudar as equipes e tem bons resultados? Difícil responder apenas com algumas características não é mesmo? Afinal, somos um pouco de tudo, dependendo do momento e da ocasião, porém e no geral, há um conjunto de atitudes que demonstra qual é o perfil mais compatível com o nosso comportamento.

    Desde sempre o homem é fascinado pelo autoconhecimento e pelo obscuro. Tanto é que lá na Antiguidade, várias civilizações passavam boa parte do tempo olhando pro céu. Eles acreditavam que havia uma conexão entre os astros e a vida cotidiana. E por volta do século 7 a.C., surgiram os primeiros registros sobre o horóscopo.

    Até hoje muita gente pelo mundo afora consulta diariamente as dicas para o seu signo nos programas de rádio, nos jornais ou mesmo pela internet. Mas, muito mais que previsões futurísticas ligadas à cor da roupa que vestimos ou ao nosso número de sorte, o estudo do mapa astral, baseado na data do nosso nascimento, pode revelar algumas características pessoais importantes.

    Entretanto, há muito tempo existem metodologias e ferramentas capazes de, por meio de testes, detectar como pensamos, agimos, como enfrentamos os desafios e outras peculiaridades da nossa personalidade.

    Não vou aqui citar essa ou aquela ferramenta, pois ainda estou conhecendo algumas, mas como achei muito interessante esse assunto, vou apresentar aqui – de modo bem simples – alguns perfis comportamentais e dizer por que é importante nos autoconhecermos e, mais, conhecermos também os demais.

    No geral, as metodologias usam nomenclaturas diferentes para o conjunto de características e para facilitar o entendimento eu vou usar as que acredito serem mais simples e fáceis. No geral, são quatro perfis: analista, executor, comunicador e o planejador.

    Analista, o perfeccionista de plantão

    Vamos começar pelo perfil analista que se apresenta como sendo muito talentoso e perfeccionista. Busca a perfeição e se prepara muito para isso, mas é detalhista demais. Não se contenta com nada mais-ou-menos-feito. Mesmo aparentando ser introvertido e calmo, por dentro um turbilhão de emoções tomam conta do seu ser.

    O analítico tem poucas e sinceras amizades, sendo um amigo muito fiel e dedicado. Beira o melancólico e nutre certo egoísmo por estar sempre em busca de alguém que o compreenda profundamente. Este perfil é muito inteligente, crítico e observador. Se dará bem em atividades que exigem cumprimento de detalhes, foco e aprofundamento.

    Executor: ação e resultado

    Agora que você conhece um pouquinho do analítico, vou te apresentar o perfil executor ou pau-pra-toda-obra! Se você precisa que algo seja feito, delegue a um executor. Ele é quase um guerreiro ou gladiador da Roma Antiga. O cara veste a armadura, empunha a espada e parte pra guerra. É um ser vigoroso, cheio de energia e disposição. Se decidiu, já era. Done!

    Não fala muito e não tem paciência pra um monte de reuniões e conversas fiadas. Ele é prático, objetivo e completamente orientado para resultados. O executor luta pra controlar as emoções, isso quer dizer que pode estar morrendo, mas está impávido. Gosta de projeção, é dinâmico, um líder nato.

    Presença marcante

    Agora vamos de comunicador. Sim, esse perfil ama uma plateia e não há lugar onde vá que não roube os olhares. Sabe aquele ser que se destaca em meio à multidão? Pode crer que se trata de um comunicador. Tem uma força de presença incrível e é motivador, entusiasta e dinâmico. Possui talento nato para se comunicar e facilitar a comunicação da equipe.

    Odeia trabalhar sozinho, mas se sai muito bem no meio de grupos. É passional, carinhoso e amigo. Porém, podem ser dispersivo e desfocado. São tantas emoções que eles acabam parando no meio do caminho, atraídos por outras novidades.

    Devagar e sempre

    Agora vou falar do planejador que representa o arquétipo da calma, tranquilidade e da lei do menor esforço. Pensa num cara que ama um controle remoto ou um portão eletrônico?! É o perfil planejador!

    O negócio do planejador é seguir regras, processos e estar em conformidade às leis. É o cara da rotina! Não é lá muito entusiasmado ou criativo, menos ainda influenciável. Mas, possui ótima memória e organização. É um perfil simpático, tem boas amizades e se dá bem com todos. No geral é metódico, mas faz boas entregas e com eficiência.

    Descobrindo o desconhecido

    Bom, acho que pelas descrições a gente pode se identificar e perceber qual o perfil que mais combina com a gente. Além disso, rapidamente vamos identificando chefes, amigos, familiares e cônjuges. E por que isso é importante? Oras, conhecendo nossos pontos fortes e outros a serem melhorados podemos trabalhar a mudança do nosso mapa mental, focando no equilíbrio da personalidade.

    Também podemos aprender a atuar e lidar melhor nos nossos grupos sociais. Claro que nas empresas o pessoal de RH, com posse dos perfis de seus colaboradores, consegue contratar melhor e remanejar se preciso for, adequando os perfis às funções a serem desenvolvidas.

    Enfim, assim como muita gente ainda se interessa em saber qual o signo do namorado ou do chefe, fazer um perfil comportamental pode te ajudar em vários aspectos. Aliás, qual é o seu signo mesmo?

    Leia mais

    Empreendedorismo feminino: o glamour inteligente em meio à crise

    O que as Eleições 2018 ensinaram

    Você faz parte da geração Y? Entenda quem são os millennials

    Comentários