Fonte: OpenWeather

    Rave


    Festa clandestina com menores e drogas termina em delegacia no AM

    Adolescentes foram encontrados com sinais de coma alcoólico e foram conduzidos de ambulância para atendimento hospitalar

    Conselho Tutelar e Polícia Militar foram acionados para o local
    Conselho Tutelar e Polícia Militar foram acionados para o local | Foto: Divulgação

    Parintins (AM) – Uma festa clandestina no município de Parintins (Distante 372 quilômetros de Manaus) com aproximadamente 70 pessoas, sendo a maioria menores de idade, foi interrompida pelas autoridades na noite de domingo (6). 

    O evento ocorria por volta de 23h, após o toque de recolher estabelecido pela Prefeitura de Parintins, às 20h. No local, cerca de 45 menores de idade foram detidos, além de serem encontradas bebidas alcoólicas e drogas.

    Testemunhas confirmaram o consumo pelos adolescentes, das substâncias ilícitas, no local e alguns menores apresentavam sinais de coma alcoólico. Além da polícia militar, o conselho tutelar também foi acionado, e verificou reincidentes no local. Pais e responsáveis dos adolescentes, também foram notificados.

    Alerta

    Conforme o conselheiro tutelar João Maurício Cecílio, a festa foi promovida por adolescentes. “A gente faz até esse chamado aos pais e responsáveis para que possam ter mais atenção, saber onde seus filhos estão, com quem estão e o que estão fazendo. O que a gente percebe, aqui, é que a maioria dos pais e responsáveis nem sabia para onde seus filhos estavam”, alertou.

    De acordo com a polícia, diversas pessoas correram com a chegada da autoridade na festa. O trabalho ocorreu durante fiscalização para combater aglomeração e a proliferação da Covid-19 no município, após denúncias de moradores.

    “Eu desloquei duas viaturas para verificar a situação e chegou lá era um número surpreendente de adolescentes, jovens e adultos em um ambiente ruim, em uma rave. Foi feita a abordagem a todos. Mais de 30 pessoas conseguiram escapar correndo pelos quintais”, afirmou o sargento Gildo Assis.

    Procedimentos

    Uma ambulância conduziu os adolescentes com sinais de coma alcoólico ao atendimento hospitalar, enquanto o restante foi encaminhado para a 3°Delegacia Interativa de Polícia (DIP), onde foram realizados os procedimentos cabíveis. Os menores de idade devem responder por ato infracional.

    O conselheiro tutelar ressalta ainda que o caso deve ser encaminhado ao Ministério Público do Estado do Amazonas ''Vamos pegar esses nomes todos e encaminhar para dar ciência ao órgão sobre essa situação, tendo em vista que não é a primeira vez”, explica o conselheiro tutelar.

    Outra festa clandestina em uma casa de shows que preocupou as autoridades ocorreu no mês de julho, quando cerca de 30 adolescentes foram levados à delegacia por frequentar uma o local com drogas e bebidas alcoólicas. Também houve registro de menores de idade em coma alcoólico na ocorrência.

    Leia mais

    Vídeo: Jacaré surpreende banhistas na praia de Açutuba, no AM

    Adolescente de 14 anos é apreendida com drogas no AM

    Policiais militares são atacados, um é baleado e agressor morre no AM

    Comentários