Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Mulher é executada com três tiros por dívida do tráfico, em Manaus

    Segundo moradores da região, a vítima era subordinada a um traficante e há três dias vinha sofrendo ameaças

    A morte de Alessandra pode ter relação com as facções FDN e CV | Foto: Divulgação

    Manaus – Enquanto estava na varanda de casa, a jovem Alessandra Maiara Costa, de 27 anos, foi executada com cinco tiros, sendo três deles na cabeça. De acordo com a polícia, pouco depois de meia-noite desta quarta-feira (18) dois homens em uma motocicleta não identificada pararam em frente à casa da vítima, o passageiro da moto atirou em Alessandra e, em seguida, a dupla fugiu do local. 

    De acordo com informações de populares, Alessandra era ameaçada há pelo menos três dias. Ela já era uma traficante conhecida da área e teria trocado de ‘chefe’ no tráfico, deixando uma dívida com o traficante anterior a quem era subordinada. Em imagens capturadas no local do crime, é possível ver pichações com os símbolos das facções criminosas Família do Norte (FDN) e Comando Vermelho (CV).

    Leia também: Mulher é esfaqueada por três homens em quitinete no Centro de Manaus

    A casa, em que Alessandra foi executada, era utilizada como ponto de vendas do tráfico da região. Segundo a polícia, nenhum morador soube identificar as características da motocicleta usada pela dupla envolvida no crime. “É um local escuro e os moradores da região apenas disseram que a moto foi até o fim da rua, fez o retorno e quando parou em frente a casa já estavam atirando na vítima”, disse um policial da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que foi até o local do crime, mas não quis ser identificado. 

    O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    Assassinato em quitinete

    Por volta das 4h30 de terça-feira (17), Regina de Azevedo Leal, de 40 anos foi morta a facadas por um trio, ainda não identificado, dentro da quitinete em que morava com o atual namorado, na rua Pedro Botelho, no Centro da cidade, Zona Centro-Sul.

    O prédio em que a vítima morava abriga várias outras famílias e, segundo a Polícia Militar, o local é morada de muitos usuários de drogas e assaltantes - que atuam na região do Centro comercial da capital.

    Duas hipóteses foram levantadas sobre as possíveis causas que levaram ao assassinato da vítima. A primeira foi apontada por um ex-namorado de Regina durante testemunho à PM.

    Edição: Isac Sharlon

    Leia mais:

    Homem é morto com 15 tiros e duas pessoas ficam feridas no Nova Cidade

    Mototaxista é surpreendido por criminosos e morto a tiros em Manaus

    Ex-presidiário é executado no Jorge Teixeira

    Comentários