Fonte: OpenWeather

    Confusão no Carnaval


    Preso 3º autor de agressões a estudante na Banda do Vieiralves

    Caio Nogueira foi preso no Conjunto Hileia e ainda tentou escapar da prisão, mas bateu o veículo que dirigia

    Caio é um dos agressores do estudante de medicina e estava foragido
    Caio é um dos agressores do estudante de medicina e estava foragido | Foto: Divulgação


    Manaus - Caio Nogueira Ribeiro foi preso nesta quarta-feira (25), por volta das 15h30, no Conjunto Hileia, na Zona Centro-Sul de Manaus, em cumprimento a mandado de prisão preventiva por tentativa de homicídio e importunação sexual. Ele é apontado como integrante do quarteto que agrediu fisicamente, no último dia 23 de fevereiro, o estudante de medicina Odilon Pereira, de 20 anos. A agressão aconteceu durante a banda do Vieiralves.

    Caio chegou a rir ao ser fotografo por profissionais da imprensa
    Caio chegou a rir ao ser fotografo por profissionais da imprensa | Foto: Divulgação

    Segundo as testemunhas, o evento acontecia no estacionamento de uma universidade privada, na rua Professor Nilton Lins, bairro Flores, naquela mesma zona, quando um dos integrantes do quarteto passou a mão na prima de Odilon, que decidiu proteger a jovem e acabou sendo agredido violentamente.

    O delegado Rafael Allemand, titular da 5ª Seccional Centro-Sul e responsável pela ação, informou que, no momento da prisão, Caio ainda tentou fugir e colidiu o veículo que dirigia com uma sarjeta. 

    Após ser contido pelos policiais civis, ele foi apresentado no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde serão adotados os procedimentos cabíveis. Em seguida, ele deverá passar por audiência de custódia via videoconferência. 

    Veja o momento que Caio chega na delegacia:

    Momento em que Caio chega na delegacia | Autor: Divulgação
     



    Entenda o Caso

    Odilon Pereira explicou na época do delito que o espancamento aconteceu após a prima dele ter sido assediada por Caio, Pedro Henrique, Bruno Luan Vasquez, 22, e Aldair Lucas Gonçalves dos Santos, que é considerado foragido da Justiça. 

    Bruno Luan Vasquez foi o primeiro a ser preso, no dia 7 de março, na casa onde morava, no bairro Planalto. Já Pedro Henrique Damasceno Santos, de 26 anos, foi preso no último dia 18, na casa de familiares no conjunto Beija-Flor, na Zona Centro-Sul, também em cumprimento a mandado de prisão preventiva. As ordens judiciais em nome deles foram expedidas no dia 6 de março desse ano, pela juíza Anagali Marcon Bertazzo, da Central de Inquéritos Policiais.

    Veja o vídeo da agressão

    | Autor: Divulgação
     


    Comentários