Fonte: OpenWeather

    Caso de Polícia


    Preso em Manaus motorista de aplicativo que praticava arrastão

    A Polícia Civil do Amazonas fez a prisão de John Richard Reis de Melo por crimes de roubo majorado e posse irregular de arma de fogo. Segundo Ricardo Cunha, o infrator é um motorista de aplicativo que praticava arrastões pela zona norte da capital.

    Delegado Ricardo Cunha (foto) disse que o infrator é motorista de aplicativo
    Delegado Ricardo Cunha (foto) disse que o infrator é motorista de aplicativo | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), efetuou, nesta quarta-feira (05/08), por volta das 18h, a prisão de John Richard Reis de Melo, 28, pelos crimes de roubo majorado e posse irregular de arma de fogo.

    De acordo com o delegado Ricardo Cunha, a prisão do infrator ocorreu na residência dele, na rua Caetê Baiano, na comunidade São João, bairro Lago Azul, zona norte da cidade. Na ocasião, foi encontrada uma arma de fogo do tipo carabina e um simulacro de arma de fogo do tipo pistola.

    Segundo Ricardo Cunha, o infrator é um motorista de aplicativo que praticava arrastões pela zona norte da capital. As investigações iniciaram após as vítimas registrarem ocorrências e mostrarem as filmagens de um dos roubos.

    “A equipe de polícia teve conhecimento da localização do indivíduo por meio de investigações realizadas e, até o momento, já foram confirmados dois roubos em que ele teve participação. Mas ele também já confessou ter participado de alguns outros roubos”, comentou o delegado.

    Ainda conforme Cunha, a equipe de investigação identificou Keyla Ferreira Timóteo, 18, como uma das comparsas de John, que participou de um assalto praticado no dia cinco de agosto deste ano, na rua da Ilusão, bairro Colônia Terra Nova, zona norte da cidade.

    Procedimentos

    John será autuado por posse irregular de arma de fogo e indiciado em dois roubos majorados. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) e ficará à disposição da Justiça.

    Disque-denúncia

    O delegado destacou, também, que quem puder colaborar com informações sobre o paradeiro de Keyla Ferreira Timóteo, pode entrar em contato por meio do número (92) 99292-1015, da delegacia, ou pelo número 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garante Cunha.


    Comentários