Fonte: OpenWeather

    Pornografia infantil


    Jovem é preso em Manaus por publicar vídeo de criança sendo estuprada

    O crime foi denunciado por um internauta que viu uma das publicações do infrator nas redes sociais

    Pedro Lucas, de 20 anos, foi preso em sua casa, na Colônia Terra Nova | Foto: Reprodução

    Manaus - Um jovem identificado como Pedro Lucas da Silva Figueira, de 20 anos, foi preso acusado de oferecer e divulgar um vídeo de uma criança sendo abusada sexualmente por um adulto em suas redes sociais. Pedro foi preso, na sexta-feira (7), em sua casa, no bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte, após a equipe da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) receber uma denúncia anônima.

    Durante a ação Pedro confessou aos policiais que teria feito as postagens na internet. Após o celular do jovem ser apreendido e as autoridades confirmarem o conteúdo do vídeo foi dada voz de prisão ao infrator. Segundo o delegado, Paulo Benelli o acusado afirmou ainda que teria enviado o conteúdo a outras pessoas.

    “A equipe resolveu se deslocar até a casa do indivíduo e ao ser questionado sobre a divulgação, ele confirmou a postagem e o envio para outras pessoas que a solicitaram. Após autorização do jovem, a equipe teve acesso ao vídeo na galeria de arquivos no aparelho celular dele”, explicou Benelli.

    De acordo com o delegado, a denúncia foi feita por um internauta que viu as postagens de Pedro nas redes sociais. “Foi um usuário da rede social que informou à Delegacia de Proteção à Criança, após visualizar a postagem de um indivíduo que estava oferecendo vídeo com conteúdo pornográfico onde aparece uma criança”, explicou. Benelli explicou ainda que o aparelho celular de Pedro será encaminhado à perícia para identificar a veracidade do vídeo e a identidade da vítima.

    O jovem vai responder pelos crimes previstos no artigo 241-B, do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que considera como pornografia infantil adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito envolvendo crianças ou adolescentes. Se condenado, o acusado pode ficar preso por até 4 anos.

    Leia Mais: 

    Jovem é estrangulado e corpo foi deixado no Platão Araújo

    Homem é preso acusado de tentativa de estupro em Tabatinga

    Comentários