Fonte: OpenWeather

    Briga por Herança


    Travesti é morta brutalmente e irmão pode ser mandante do crime

    Após os pais morrerem há 4 anos, irmãos iniciaram uma briga na Justiça por uma casa

    A vítima tentou fugir dos suspeitos, mas foi alcançada e morta à pauladas
    A vítima tentou fugir dos suspeitos, mas foi alcançada e morta à pauladas | Foto: Divulgação

    A travesti Leandro de Souza Pereira foi brutalmente assassinada com pauladas na cabeça, na madrugada desta sexta-feira (24), por volta das 3h, em frente à casa onde morava, localizada na rua da Paz, comunidade Santa Luzia, zona Sul de Manaus.  

    De acordo com testemunhas, um grupo de homens ainda não identificados arrombou a casa de Leandro, onde o agrediram. A vítima tentou fugir dos suspeitos, mas foi alcançada e morta à pauladas do lado de fora da casa. 

    “Ouvimos ele pedindo socorro, foi quando meu esposo saiu e viu cinco homens correndo pela rua e presenciou o Leandro jogado no chão”, disse uma moradora, que por medo não quis se identificar. 

    Os vizinhos da vítima informaram que o irmão mais velho de Leandro, identificado apenas como “Dinho”, é suspeito de ser o mandante do crime, devido a uma briga por herança. 

    Leia também: Funcionário público preso por estupro de quatro jovens

    De acordo com testemunhas, um grupo de homens ainda não identificados arrombou a casa de Leandro, onde o agrediram
    De acordo com testemunhas, um grupo de homens ainda não identificados arrombou a casa de Leandro, onde o agrediram | Foto: Reprodução

    “O pai deles morreu há cerca de quatro anos. O Dinho vendeu a casa e não dividiu o dinheiro com o irmão, que passou a morar um tempo na rua e colocou a causa na Justiça. A pessoa que comprou a casa ainda morou dois anos no local, mas a Justiça interditou o imóvel. Quando o então proprietário saiu, Leandro invadiu a casa e há cinco meses estava morando no local. A última audiência do caso está marcada para o final do mês e o Leandro comentava que seria favorecido com a decisão. A própria tia dele esteve aqui e falou que o irmão dele seria capaz e é o suspeito de ter mandado matar ele”, disse um morador que também não quis se identificar.

    Os vizinhos ainda informaram que Leandro era uma pessoa de poucos amigos no local. “Muitas pessoas não gostavam dele porque ele era gaiato e mexia com quem não devia”, disse a vizinha. 

    De acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que investiga o caso, Leandro tinha um boletim de ocorrência registrado contra ele devido ameaças que ele havia feito a um morador.

    “No final do ano passado, a vítima havia ameaçado um vizinho com um gargalo de garrafa e já tem um histórico por causar tumultos na área onde morava. Mas não descartamos a possibilidade do irmão ser suspeito devido também ter registros da briga que eles levavam desde 2014, devido à venda da casa”, disse um investigador que acompanha o caso.

    Leia mais:

    Família inteira formava quadrilha que fazia assaltos em residências e roubava carros em vários bairros

    Supostos integrantes de facções criminosas trocam ameaças nas redes sociais

    Brasiliense que veio a Manaus encontrar namorada 'virtual' desaparece misteriosamente



    Comentários