Fonte: OpenWeather

    Propostas


    No Senado, Hissa quer reindustrializar o AM e criar linhas de crédito

    O deputado federal e candidato a uma vaga no Senado é o segundo convidado da série de entrevistas na TV EM TEMPO

    Hissa é o segundo convidado do programa a apresentar propostas
    Hissa é o segundo convidado do programa a apresentar propostas | Foto: Janailton Falcão

    Manaus – Dando seguimento a rodada de entrevista com os candidatos ao Senado Federal, o deputado federal Hissa Abrahão (PDT) esteve na TV EM TEMPO, na manhã desta quinta-feira (13), para falar sobre suas propostas de campanha. Durante o primeiro bloco do programa, ele apresentou planos para melhorias na saúde, educação e geração de emprego e renda.

    O candidato abriu o primeiro bloco do programa falando sobre empregabilidade. Segundo ele, Manaus está abaixo da média nacional de pessoas empregadas. 

    "Nas zonas Norte e Leste, o número de pessoas vivendo de subempregos também é grande, por isso, uma das propostas é reindustrializar o Amazonas e criar linhas de crédito", destaca Hissa.

    Leia também: TRE-AM aprova candidatura de Hissa Abrahão ao Senado

    Para o candidato, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS) e a CAIXA Econômica Federal, ligados ao Governo Federal, podem direcionar parte dos recursos para reindustrializar o País.

    “Tivemos 13 mil indústrias fechadas nos últimos três anos, além de 75 mil de comércios que fecharam suas portas. Com essa ação, criaríamos milhares de vagas de emprego”, destacou Abrahão.

    Segundo o candidato, criar linhas de crédito para empresários de diferentes ramos pode ajudar não só o Amazonas, mas todo o País a superar a atual crise econômica que o Brasil vive. 

    BR-319

    Sobre a continuação da pavimentação da rodovia BR-319, Hissa salientou a necessidade da continuação do projeto que, segundo comentou, tornou–se uma “lenda amazônica”. “Nossa BR-319 virou uma lenda amazônica, em que muitos ouvem falar, mas ninguém nunca viu. Eu pretendo mudar esse quadro”, afirmou. 

    Cada convidado tem 15 minutos para falar sobre temas diversos e um minuto para prestar as considerações finais
    Cada convidado tem 15 minutos para falar sobre temas diversos e um minuto para prestar as considerações finais | Foto: Janailton Falcão

    Para o candidato, a abertura da estrada contribuirá para diminuir os custos atualmente pagos com fretes para o Amazonas e também abrirá uma rota turística para o Estado.

    Fortalecer o consumo

    Um dos projetos de Hissa para o interior do Estado diminuir os juros do SPC para que a população consiga quitar dívidas e continuar comprando, para movimentar a economia. “Quando fortalecermos o consumo das famílias, elas conseguirão retirar seus nomes do SPC e voltarão a comprar e movimentar a economia”, frisou

    Zona Franca e Educação

    Sobre a Zona Franca de Manaus (ZFM), o candidato afirmou que é preciso primeiro fortalecer o crescimento econômico do País. “Eu tenho uma luta para que o Brasil cresça economicamente, para que, com isso, haja o incentivo ao consumo das famílias, e que acarreta em oportunidades de em todo o quadro de empregos no País, inclusive na Zona Franca”, defendeu. 

    Para a educação, o deputado tem projetos para a integração das regiões no interior do Estado com a "Universidade do Madeira", na região Sul do Amazonas.

    “Hoje, nós temos, em alguns interiores, campus da Ufam. A minha proposta é criar uma universidade na região do rio Madeira, para que ela atenda só os estudantes daquela calha”, explicou Abrahão.

    Segurança

    Hissa citou o descontentamento de policiais com o trabalho devido à liberação de suspeitos em audiências de custódia. Segundo ele, irá criar uma corregedoria para apurar as condições de soltura de presos em audiências. O candidato pretende fortalecer também a guarda municipal.

    Sobre o candidato

    Mestre em Desenvolvimento Regional pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Hissa Abrahão tem 38 anos e é formado em Economia pelo Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas (Ciesa), além de ser pós-graduado em Gestão pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). 

    Ele disputará uma vaga ao Senado pela coligação 'Eu voto no Amazonas', composta pelos seguintes partidos: PDT / PRP / AVANTE / PP / PV / PR / SOLIDARIEDADE / PPS / PTB / PHS / PSL / PPL.

    Edição: Isac Sharlon

    Leia mais: 

    Candidatos ao Senado com mais recursos do que candidatos ao governo

    Candidato ao Senado, Luís Castro destaca propostas na TV em Tempo

    Mudança de lado envelhece políticos que diziam ser a 'renovação' do AM

    CIDADANIA - ELEIÇÕES 2018

    Comentários