Fonte: OpenWeather

    Encontro com Presidente


    ‘Peço que você tranquilize o Amazonas’, diz Bolsonaro a Pauderney

    Deputado federal amazonense conversou com o presidente eleito em Brasília, que garantiu a manutenção de incentivos à Zona Franca de Manaus

    Encontro foi em Brasília
    Encontro foi em Brasília | Foto: Divulgação

    O deputado federal Pauderney Avelino (DEM) esteve com presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), nesta quinta-feira (8), em Brasília (DF), para tratar sobre o futuro da economia do país, em especial sobre a manutenção dos incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus (ZFM).

    O encontro aconteceu no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), onde o governo de transição está trabalhando. O presidente eleito garantiu que a Zona Franca será tratada com respeito, já que é um importante agente de desenvolvimento econômico da região norte do país.

    “Peço que você tranquilize o povo amazonense, porque para mim a Zona Franca de Manaus é extremamente importante, tem um papel relevante para a Amazônia e para o Brasil e tem que ficar protegida. Qualquer mudança que venha acontecer na economia você vai ficar perto mim para que a gente possa conversar antes para verificar se qualquer medida econômica afetará a Zona Franca de Manaus", disse Bolsonaro ao deputado Pauderney.

    O parlamentar amazonense deve ser reunir com futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, e outros integrantes da equipe de transição já na próxima segunda-feira (12), para buscar melhorias nas pautas fiscais do país e da Zona Franca de Manaus.

    Reforma da previdência

    Na reunião, Pauderney também conversou com o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM) sobre a reforma na previdência. Na avaliação do deputado, o tema é a prioridade número um do governo eleito, e afirmou que também podem ser propostas mudanças no Orçamento para 2019 que ainda tramita no parlamento

    "Tivemos uma conversa embrionária sobre as questões fiscais. O importante é que haja um discurso alinhado sobre o que é possível ser feito", disse o deputado ao deixar o centro de transição do novo governo. 

    Apesar de não ter conversado sobre o assunto com Bolsonaro, Pauderney Avelino defendeu a continuidade do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Câmara pelos próximos dois anos. "Gostaria muito que Maia continuasse porque ele é um ponto de convergência importante na Casa. Mas não conversamos sobre isso hoje", completou o deputado.

    Leia mais:

    Pauderney Avelino debate questões fiscais com Lorenzoni e Bolsonaro

    Ministério do Trabalho será extinto e incorporado a outra pasta

    Bolsonaro negocia reforma da Previdência com parlamentares

    Comentários