Fonte: OpenWeather

    "Dança das cadeiras"


    Coronel Amadeu nega ações no TRE para ocupar vaga de Saullo Vianna

    Coronel Amadeu Soares é suplente de Saullo Vianna (PPS), preso na sexta-feira

    Coronel Amadeu nega que assumirá a vaga de Saullo Vianna na Aleam
    Coronel Amadeu nega que assumirá a vaga de Saullo Vianna na Aleam | Foto: Josemar Antunes


    Manaus - O coronel Amadeu Soares, atual secretário de Segurança Pública do Amazonas, negou entrar com um Recurso Contra Expedição do Diploma (RCED), baseado no abuso de poder econômico e fraude eleitoral, no Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE). Com mais de 10,9 mil votos, o coronel assumiria a vaga de Saullo Vianna (PPS), preso desde a última sexta-feira (7), caso o deputado eleito perdesse o mandato.

    Conforme assessoria, o coronel Amadeu Soares não pretende entrar com tutela de urgência na Justiça Eleitoral para que Saullo Vianna não seja diplomado. 

    “Ele está acompanhando o caso pelos veículos de comunicação e mídias. Ele não entrou e nem pretende fazer nada”, informou a assessoria de Amadeu.

    Operação

    Segundo nota emitida pela Policia Federal no Estado do Amazonas, foram cumpridos três mandados de prisão e de busca e apreensão objetivando desbaratar esquema de corrupção ativa e passiva e violação de sigilo funcional com o fornecimento de informação privilegiada de dentro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

    A PF informou ainda que as ações de sexta eram “desdobramentos de uma situação criminal verificada em outubro desse ano e culminou com a decretação de prisão dos investigados e das buscas pela Justiça Federal”, reiterou a nota oficial sobre o caso.   

    Vice-prefeito de Presidente Figueiredo estaria envolvido em esquema

    Na manhã desta segunda-feira (10), uma fonte afirmou ao EM TEMPO que o vice-prefeito de Presidente Figueiredo, Mario Abrahao (PDT), também estaria preso por integrar uma quadrilha envolvida em fraudes nas Eleições 2018, mesmo esquema em que Saullo Vianna foi preso.

    A suposta organização criminosa estaria desviando milhões da prefeitura do município. Ainda de acordo com a fonte, a Polícia Federal começou a investigá-los após denúncia feita por um vereador da cidade.

    Em nota, a assessoria negou a informação. Segundo a Prefeitura Municipal, o gestor está atendendo as diligências da prefeitura normalmente.

    “A informação sobre essa suposta prisão nada mais é que uma Fake News, implantada por pessoas que têm interesse de desinformar a população e tumultuar o trabalho da atual gestão de Presidente Figueiredo”, esclarece a nota.

    Prisão de Saullo Vianna

    Saullo Vianna foi levado à sede da superintendência Regional da Polícia Federal, na manhã de sexta-feira (7), para esclarecer informações sobre a prestação de contas durante a campanha nas Eleições deste ano. Foi constatado que o deputado eleito não teria enviado relatórios financeiros dentro do prazo estabelecido.

    Os relatórios corresponderiam ao valor de R$ 176 mil, quase 50% dos recursos arrecadados por ele. Também não foi contabilizado o valor de R$ 52 mil em doações. Segundo a procuradoria, Saullo Vianna não mostra boa vontade em sanar as dúvidas sobre as disposições legais referente ao movimento financeiro realizado no pleito.

    O deputado eleito não encaminhou mais da metade dos relatórios financeiros e o TRE-AM desaprovou a prestação de contas dele. De acordo com a assessoria da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Saullo Vianna deu entrada às 17h50 no Centro de Detenção Provisória Masculino II (CDPM II) e está em sala comum por não ter ensino superior completo.

    A equipe de Saullo Vianna informou que irá se pronunciar somente após o posicionamento da Justiça.

    *Colaborou Priscila Rosas

    Leia mais 

    Saullo Viana na mira da PF por irregularidades em prestação de contas 

    Veja a lista dos 24 deputados estaduais eleitos no Amazonas

    Secretário da SSP-AM pede condecoração por bravura aos policias


    Comentários