Fonte: OpenWeather

    ELEIÇÕES 2018


    Roraima elege primeira mulher indígena como deputada federal

    Joênia Wapichana foi eleita pela Rede, defendendo o fortalecimento de centros culturais para indígenas, defesa dos direitos coletivos dos indígenas e desenvolvimento de Roraima

    Joênia Wapichana se dedica à defesa das causas dos povos indígenas, como demarcação de terras, a preservação da cultura, atenção à saúde e educação para as etnias | Foto: Divulgação

    Pela primeira vez, uma mulher indígena foi eleita deputada federal. Joênia Wapichana (Rede), de 43 anos, será uma dos oito parlamentares federais por Roraima. Formada em Direito, nasceu Joênia Batista de Carvalho, mas adotou como sobrenome sua etnia. Segundo estimativas não oficiais, são 3,5 mil indígenas wapichana no Norte do país.

    Advogada, Joênia Wapichana se dedica à defesa das causas dos povos indígenas, como a demarcação de terras, a preservação da cultura, mais atenção para saúde e educação para as etnias. Durante a campanha, ela também falou no fortalecimento dos centros culturais para os indígenas.

    Com o slogan Fazendo História Junto com Todos para Melhorar a Vida dos Povos Indígenas, Joênia destacou como prioridades a defesa dos direitos coletivos dos indígenas, o desenvolvimento sustentável no Estado de Roraima, respeitando as diversidades e o combate à corrupção.

    Nas redes sociais, o ator Marcos Palmeira postou um vídeo em que elogia Joênia. “É uma indígena, importantíssima, para estar representando lá no Congresso.”

    Leia mais:

    Derrotados no Senado quebram silêncio e falam do mau desempenho

    Haddad visita Lula em Curitiba e discute rumos do segundo turno

    Alckmin e Meirelles tiveram maiores gastos com campanha no 1º turno

    Comentários