Fonte: OpenWeather

    Eleições 2018


    Praciano aceita ser vice na chapa de David Almeida

    Praciano disse que a decisão é motivada pelo fato de não querer acabar com os sonhos de outros companheiros de partido, como o deputado estadual José Ricardo (PT)

    David Almeida lançou-se como candidato ao lado de outros políticos amazonenses
    David Almeida lançou-se como candidato ao lado de outros políticos amazonenses | Foto: Fabiane Morais

    Manaus - O ex-deputado federal Francisco Praciano (PT) recuou da decisão de voltar para o Estado do Ceará, depois de ter sido impossibilitado de disputar uma vaga do Senado, e aceitou ser o vice na chapa do candidato ao governo David Almeida (PSB). Mas, tudo depende da aprovação final da executiva nacional do partido, que deve se posicionar quanto ao assunto até a próxima quarta-feira (15). 

    Este é o prazo para que coligações e partidos enviam seus dados e dos seus candidatos, para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Com a possível alteração, o advogado Jorge Guimarães, escolhido como vice, no último domingo (5), sai de cena.

    De acordo com Praciano, a intenção será ainda acomodar a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) na coligação.

    “O PT não quer que eu me aposente e eu também não quero isso. Agora todas estas questões terão de ser rediscutidas pelo PSB no Estado”, disse o petista. Segundo ele, a decisão é motivada pelo fato de não querer acabar com os sonhos de outros companheiros de partido, como o deputado estadual José Ricardo (PT), candidato a deputado federal. “Ele está muito bem e eu não vou atrapalhá-lo”, acrescentou. 

    Quanto a agrupar Vanessa na chapa, Praciano justificou que a representatividade deles junto à esquerda impediu que ambos fossem candidatos. Além disso, ele e Vanessa têm o compromisso de fazer palanque em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à presidência da República, mas que encontra-se preso em Curitiba, no Paraná, desde o dia 7 de abril.

    “As pessoas não podem ficar se questionando onde está o palanque do Lula, o palanque contra o golpe, contra da Reforma Trabalhista, em favor da democracia e contra o governo de Michel Temer (MDB)”, afirmou. 

    Praciano aceitou ser o vice na chapa do candidato ao governo David Almeida
    Praciano aceitou ser o vice na chapa do candidato ao governo David Almeida | Foto: Ione Moreno


    Ao citar as ameaças, ele comenta que na ausência dos principais interlocutores da esquerda - ele e Vanessa -, candidatos da direita como Alfredo Nascimento (PR) e Eduardo Braga (MDB) saem na frente na disputa.

    Vanessa e articulações

    A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) chegou ontem (9) em Manaus para continuar nesta sexta-feira (10) com as negociações em torno da sua candidatura à reeleição numa coligação com PT e o PSB. Da tribuna do Senado, a parlamentar anunciou que teve “uma excelente reunião” com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. “Eu agradeço ao presidente do PSB. Estou indo a Manaus agora, e continuaremos as tratativas lá”, disse a senadora.

    A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, voltou a afirmar que Grazziotin é a candidata do PT a senadora do Amazonas. “Já tínhamos esse compromisso há muito tempo, pela sua postura, dedicação e coragem que tem aqui. Nós não temos outra candidatura no Amazonas para Senado. E espero sinceramente que a gente resolva essa situação. O PT já está com tudo encaminhado”, disse. 

    O senador Lindbergh Farias lembrou que a parlamentar fez um mandato “extraordinário”, de defesa do povo trabalhador.

    “Eu nunca vou me esquecer daquela votação da reforma trabalhista. Aquilo foi um divisor de águas, e a senhoras ali, ocupando essa mesa. Eu hoje, quando encontro pessoas nas ruas, senadora Vanessa, as pessoas dizem sabe o quê? ´Olha, eu fui demitido e fui recontratado por um salário mais baixo. Terceirização. Eu não estou recebendo hora extra".

    “Quero dizer da minha satisfação na garantia da sua legenda e tempo de televisão para a renovação do seu mandato. A importância da sua presença para o Brasil e para o Amazonas é incontestável, e é uma satisfação enorme de praticamente todos os senadores desta casa que reconhecem o valor e a importância do seu trabalho”, aparteou também o senador Roberto Requião (MDB-PR).

    Leia mais

    Governador Amazonino tem uma Cicom para chamar de sua

    Arthur manda Amazonino largar candidatura 'tola' e entregar polícia

    David Almeida se reúne com vice para alinhar propostas

    Comentários