Fonte: OpenWeather

    Notas da Contexto


    Amazonas no ranking da Ficha Suja

    Desde o início oficial da campanha, a Justiça eleitoral barrou 98 candidatos com base na Lei da Ficha Limpa

    Estados da Região Norte encabeçam a lista de candidatos considerados “ficha s sujas”, com 29 registros indeferidos pela Justiça Eleitoral
    Estados da Região Norte encabeçam a lista de candidatos considerados “ficha s sujas”, com 29 registros indeferidos pela Justiça Eleitoral | Foto: Jion

    O MDB encabeça a lista no ranking da Ficha Suja com oito nomes. Em seguida, aparecem o Patriota, o Podemos e o PSD, com sete candidaturas consideradas “fichas sujas”. Avante, PDT, PHS e PRTB tiveram cinco registros indeferidos cada. Quatro petistas, entre eles o ex-presidente Lula, foram considerados inelegíveis. Dois tucanos também caíram na peneira da Ficha Limpa.

    Estados da Região Norte encabeçam a lista de candidatos considerados “ficha s sujas”, com 29 registros indeferidos pela Justiça Eleitoral. Em destaque aparecem Roraima, com 7 candidaturas rejeitadas; Acre, com 6; e Amazonas, com 5.

    Quem são?

    Os candidatos do Amazonas que caíram na malha da Ficha Suja são Sílvio Peixoto (DC), Cel. Mota (PSC), sargento Adail (Avante) e Cleuson Passos (PTC).

    Barrados no baile

    O total de candidatos barrados pela Justiça corresponde a 13% das 749 contestações feitas pelo Ministério Público Eleitoral.

    Isso a partir da lei que proíbe a candidatura de políticos com condenação em órgão colegiado, contas rejeitadas ou que renunciaram ao mandato para escapar da cassação, entre outras hipóteses.

    Livres, leves e soltos

    No entanto, nem todos estão fora da disputa.

    Parte deles aguarda análise do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para tentar reverter a decisão negativa que tiveram no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

    Só vale pro Lula?

    Foi o que aconteceu, por exemplo, com o candidato Anthony Garotinho (PRP), que havia sido impedido de concorrer ao Governo do Rio de Janeiro pelo TRE, mas foi liberado pelo TSE no último domingo.

    É por essas e outras que já andam dizendo por aí que a dureza da lei só vale para Lula.

    Direito de resposta

    Para colocar um ponto final na exploração do caso ocorrido há mais de quatro anos, envolvendo uma jovem, à época com 14 anos de idade, e o candidato Wilson Lima; o deputado Luiz Castro (Rede) disse hoje (20) que as acusações são infundadas.

    Com base na legislação brasileira, Castro afirmou que pedofilia é o crime praticado contra pessoas na faixa de até 13 anos de idade.

    Não tem crime

    Luiz Castro disse que, tecnicamente, não há base jurídica para uma acusação de crime de ordem sexual contra o candidato a governador do Amazonas pela coligação PSC/Rede/PRTB.

    — Inclusive, a partir do depoimento da jovem - que declarou ter procurado o jornalista de espontânea vontade, sem ter sido forçada a nada –, disse Castro.

    Hipocrisia

    O que existe, segundo Luiz Castro, são “acusações baseadas em hipocrisia, que vêm à tona às vésperas do pleito, com clara intenção eleitoreira de prejudicar a candidatura de Wilson Lima, diante do seu desempenho popular”.

    Eu assino embaixo

    Castro se comprometeu em assinar qualquer documento encaminhando o caso à Justiça.

    — Cabe ao Ministério Público investigar, colher os depoimentos e as provas, para apresentar à sociedade a verdade dos fatos –, reforçou.

    Abdala livre

    Após o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) indeferir o registro de candidatura do deputado estadual Abdala Fraxe (Podemos), o Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, em Brasília, anulou a decisão, e o parlamentar está apto a concorrer à reeleição.

    Presente de aniversário

    A vitória de Abdala se deu no mesmo dia em que ele completou 49 anos.

    A comemoração foi à base de discursos e felicitações de vários colegas que parabenizaram o aniversariante.

    Abdala milagreiro

    Para finalizar seu discurso, Abdala cantarolou um trecho de uma música evangélica: Aquilo que parecia impossível / Aquilo que parecia não ter saída / Aquilo que parecia ser minha morte / Mas Jesus mudou minha sorte / Sou um milagre e estou aqui.

    Canta, Joelma

    Após o imbróglio envolvendo a dispensa de licitação para a contratação da cantora Joelma (ex-vocalista da Banda Calypso) pela prefeitura de Nova Olinda do Norte para se apresentar na Festa do Açaí, o Ministério Público de Contas (MPC) autorizou o município realizar o pagamento de R$ 140 mil à artista.

    O show tem que continuar

    A justificativa do procurador Ruy Marcelo Alencar de Mendonça é de que a suspensão do pagamento causaria dano à população, uma vez que a festa será realizada no próximo dia 29.

    O procurador destacou que, sendo constatada qualquer falha na execução do gasto, é possível a futura responsabilização e condenação do prefeito Adenilson Lima Reis ao ressarcimento dos valores.

    Álcool dói menos

    O comportamento vem se repetindo no país inteiro.

    E em Manaus não é diferente. Como o absurdo dos preços da gasolina, a opção é migrar para o consumo de etanol nas bombas dos postos de combustíveis.

    Em São Paulo, por exemplo, 50% das vendas foram de etanol e 50%, de gasolina.

    A tradição é de um escoamento médio de 60% de gasolina.

    Você gosta das Notas da Contexto? Então leia mais:

    David desafia Amazonino: “Se provar, eu renuncio!”

    Alessandra Campelo chama colegas do parlamento para o trabalho

    Vanessa sob a estrela de Lula

    Comentários