Fonte: OpenWeather

    Discussão


    David Almeida e Josué Neto protagonizam bate boca no plenário na Aleam

    Estruturação da Coordenadoria de Acompanhamento, Elaboração e Execução de Emendas Parlamentares e disputa pela cadeira da presidência da Aleam foram pano de fundo da discussão

    A candidatura de Josué Neto à presidência da casa ganhou força, após ter demonstrado proximidade com o governador eleito Wilson Lima (PSC)
    A candidatura de Josué Neto à presidência da casa ganhou força, após ter demonstrado proximidade com o governador eleito Wilson Lima (PSC) | Foto: Divulgação

    Durante sessão realizada nesta quinta-feira (6), o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), David Almeida (PSB), e o deputado Josué Neto (PSD) protagonizaram bate boca e troca de acusações no plenário.

    A eleição do sucessor de Almeida à presidência, marcada para o primeiro dia após o início da nova legislatura, também foi pano de fundo da discussão entre os parlamentares, que já foram aliados.

    Ao debaterem a estruturação da Coordenadoria de Acompanhamento, Elaboração e Execução das Emendas Parlamentares, Josué Neto, que pertence à antiga sigla de David, criticou a postura do presidente, pedindo que atendesse aos deputados de forma igualitária, ao invés de ter rigor apenas com o que era de seu interesse.

    Ele sugeriu, ainda, que a coordenadoria funcione dentro da estrutura da Comissão de Assuntos Econômicos, da qual é presidente. A proposta prevê que a coordenadoria trabalhe em harmonia com a comissão, sem criação de novos cargos, com o objetivo de fiscalizar o orçamento do Estado e a execução de emendas parlamentares.

    Em contrapartida, Davi Almeida elogiou a proposta de mudança feita pelo colega, para logo depois atacá-lo. “Sua sugestão é boa e vou propor à comissão, que está organizando, mas quem fala o que quer, ouve o que não quer. Se eu tenho pulso de ferro, tenho o pulso que o senhor não teve quando foi presidente. O senhor foi displicente, inoperante e incapaz de implementar as mudanças que a Casa precisava”, disse.

    A partir disso, Josué Neto acusou o parlamentar de articular votos para que o deputado Belarmino Lins (PP) seja o próximo presidente da Aleam, ao invés de pedir votos para Serafim Corrêa (PSB), seu colega de partido.

    A eleição do sucessor de Almeida à presidência, marcada para o primeiro dia após o início da nova legislatura, também foi pano de fundo da discussão entre os parlamentares, que já foram aliados
    A eleição do sucessor de Almeida à presidência, marcada para o primeiro dia após o início da nova legislatura, também foi pano de fundo da discussão entre os parlamentares, que já foram aliados | Foto: Divulgação

    “Você mudou de opinião repentinamente. Vossa Excelência reclamou tanto que o senador Omar Aziz (PSD) não o deixou ser candidato ao governo e virou as costas para Serafim, que lhe acolheu e cedeu o partido para que fosse candidato, não o apoiando para a presidência. Não se pode ser hipócrita e incoerente”, afirmou.

    O deputado, que presidiu a Casa entre os anos de 2013 e 2016, relembrou que Almeida chegou à presidência com o seu apoio e ressaltou que, após sua gestão, 17 deputados se reelegeram e três se tornaram deputados federais.

    Após as eleições de 2018, mais da metade dos parlamentares que compõem a atual legislatura não conseguiram se reeleger e devem ficar sem mandato a partir do próximo ano.

    “ O pior presidente da Aleam não fui eu. Eu lhe ajudei a chegar nessa cadeira. Eu articulei para vossa excelência estar aí. Me respeite”, declarou.

    A candidatura de Josué Neto à presidência da casa ganhou força, após ter demonstrado proximidade com o governador eleito Wilson Lima (PSC), dando início a uma série de reuniões com os colegas de parlamento a fim de buscar adesão ao seu nome na disputa. Junto a Belarmino Lins e Serafim Corrêa, ele endossa a concorrência que disputa o comando da Aleam durante o biênio 2019-2020.

    Caso eleito, Belão, que pertence à base aliada do governador Amazonino Mendes (PDT), irá para a quarta gestão no comando da Casa, enquanto Serafim Corrêa fará sua estreia como presidente do parlamento.

    Leia mais:

    David Almeida critica atuações de Josué Neto e clima esquenta na Aleam

    Wilson Lima revela que rombo no orçamento ultrapassa R$ 1 bilhão

    Serafim alerta para o risco de outras empresas deixarem a Zona Franca

    Comentários